More Sofia Heringer »"/>More Sofia Heringer »" />
Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.

Sofia Heringer


Sofia Heringer lança single “Sua História” que marca retomada de carreira artística da cantora. Uma mistura entre MPB e Pop. É assim que a compositora carioca Sofia Heringer, de 28 anos, define sua nova música, “Sua História”, lançada dia 05/08/2022. Segundo a artista, um dos objetivos da canção, que estará disponível nas principais plataformas de streaming, é poder ser interpretada de diferentes maneiras pelo público, “se encaixando na vida de cada um como ela couber”.

“Não necessariamente você vai ouvir entendendo que 100% dos acontecimentos se passaram na vida do artista. Escrevi a canção de maneira ambígua, podendo caber para mim ou para quem está escutando. Acredito que isso é importante por reforçar que as pessoas são livres para contar suas histórias”, refletiu a artista.

Atuante no segmento artístico desde os 15 anos (2009), Sofia Heringer precisou se afastar das aulas de canto em 2012, depois de ser aprovada no curso de medicina. Já formada, voltou a sonhar com a carreira musical após consulta de emergência em um hospital do Rio de Janeiro. “Durante um plantão, atendi o Celso Filho, que é produtor musical. Conversamos bastante e ele me apresentou à equipe da Pro2 Entretenimento. Logo depois das primeiras reuniões, voltei às aulas de canto e composição e apresentei o projeto “Sua História”, lembrou Sofia. “Posso dizer que, mesmo tendo demorado um pouco para chegar até aqui, sempre mirei esse alvo. Espero poder chegar cada vez mais longe, e espero que minha nova música possa tocar o coração de diversas pessoas”, completou artista.

Segue abaixo entrevista com Celso Filho para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistada por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 16.09.2022:

01) RM: Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?

Sofia Heringer: Nasci no dia 07/07/1994 no Rio de Janeiro – RJ. Registrada como Sofia Toulias Heringer.

02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música.

Sofia Heringer: Meu primeiro contato com a música foi com a minha família. Sempre muito musicais me introduziram à grandes artistas. Mas eu comecei a cantar realmente aos 15 pra 16 anos na banda da minha escola e no show de talentos também de lá.

03) RM: Qual sua formação musical e/ou acadêmica fora da área musical?

Sofia Heringer: Sou médica, cirurgiã. Faço residência de cirurgia plástica atualmente e amo essa dualidade com a música. Os estudos nunca param tanto para um quanto para o outro então, sigo em paralelo com aulas de canto e música particulares.

04) RM: Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

Sofia Heringer: Nossa, tem tanta gente incrível! Titãs, Frejat, Skank, Capital Inicial, Charlie Brown Jr., Tribalistas, Maroon 5, Coldplay, Avril Lavigne, Amy Winehouse, Harry Styles, Ed Sheeran, Christina Aguilera… São só alguns dos muitos! E esses são mais a minha cara como artista, mas eu migro de Cartola à Jorge e Mateus. Vou de Beyonce à Thiaguinho. Gosto de música boa, sabe? Não importa o nicho.

E eu acho que nenhum deixa/deixou de ter relevância na construção do meu trabalho como cantora por que as inspirações ficam ali no subconsciente e te moldam. Hoje em dia estou escutando, além das referências mais antigas, o Jão, a Elana Dara e a Giulia Be pelas letras deles que são bem minha vibe.

05) RM: Quando, como e onde você começou sua carreira musical?

Sofia Heringer: Como eu falei, no show de talentos da minha escola. A coisa foi acontecendo por que sempre fui bastante artística. Participava de todas as peças de teatro durante meus anos escolares, fiz também teatro fora no O Tablado. Eventualmente entrei pra banda da minha escola. E de lá parei no palco do Show de Talentos. Foi ali que eu e meus pais entendemos que eu sabia cantar. Foi até engraçado. Mas com a necessidade de focar nos estudos pra faculdade eu deixei de lado a arte e segui pra medicina. Foram 10 anos de hiato (2012 a 2022). Mas voltei com tudo!

06) RM: Quantos CDs lançados ou pretende lançar algum?

Sofia Heringer: Tenho muita vontade de montar um repertório longo com tudo que vem na minha cabeça e eu coloco no papel. Então um CD é um sonho mesmo! E pretendo realizar.

Atualmente lancei meu primeiro single “Sua História” e foi a forma que eu consegui de expressar tudo que eu penso a respeito da dualidade da minha vida. Foi uma tentativa de me abraçar pra que assim eu conseguisse abraçar quem vive como eu, sendo mais de uma coisa. Produção Musical: Celso Filho (@celuizfilho), Pedro Emmanuel (@pedroemmanuuel), Julio Raposo (julioraposo), Músicos: Pedro Emmanuel (@pedroemmanuuel), Julio Raposo (julioraposo), Composição: Sofia Heringer (@sofiatheringer), Bárbara Dias (@barbaradias). Mixagem: Pedro Emmanuel (@pedroemmanuuel), Masterização: Fernando Delgado (@fdmastering). Produção Executiva: Lucas Fernandes (@ffernandeslucas), Marketing: Kaique Del Giudice (@kaiquedelgiudice), CRIA Direção de Imagem, Realização: PRO2 Entretenimento (pro2.entretenimento).

O Clipe tem a direção: Sofia Heringer, Direção Criativa: Diego Aucky (@diegoaucky), Produção Executiva: Lucas Fernandes (@ffernandeslucas), Roteiro: Sofia Heringer (@sofiatheringer), Diego Aucky (@diegoaucky), Direção de Vídeo: Yani (eu.yani), Beauty: Diego Aucky (@diegoaucky), Styling: Vanessa Teixeira (@vanessateixeirabr).

07) RM: Como você define seu estilo musical?

Sofia Heringer: Sou muito eclética como ouvinte e apreciadora. Mas como artista eu me entendo um misto de POP mais MPB. Com uma pitada de Rock. Explico dessa forma por que eu curto a leveza e animação das melodias e harmonias que o POP e Rock trazem, mas escrevo uma certa ambiguidade e menos objetividade. Deixando na letra uma profundidade maior, na minha opinião. E essa característica vejo bastante no MPB.

08) RM: Você estudou técnica vocal?

Sofia Heringer: Estudei e estudo atualmente. Tenho dois professores muito competentes que entenderam a loucura dos meus horários e entre cirurgias e ambulatórios, me dão aulas incríveis!

09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz?

Sofia Heringer: Imagina um cirurgião sem suas mãos. É a mesma coisa que um cantor sem sua voz. É muito importante ter responsabilidade e cuidado com a sua ferramenta de trabalho. Principalmente se o seu trabalho te dá tanto prazer. Você não vai querer deixar de desempenhá-lo e aprimorá-lo, não é?

10) RM: Quais as cantoras (es) que você admira?

Sofia Heringer: Como eu disse, muitos! Nossa uma lista de pessoas… desde o Pagode até o Rock. Todos pelo talento vocal, muitos pela perseverança e história de vida, outros por sua inteligência em administrar suas carreiras e outros pelas características como discrição, competência, etc. De verdade, ficaria aqui por horas a fio nomeando pessoas. Fica até difícil escolher.

11) RM: Como é seu processo de compor?

Sofia Heringer: Confesso que muita criação me vem quando eu não estou pensando em compor. Estranhamente entre um paciente e outro no plantão, por exemplo. Também me ocorre bastante quando estou dirigindo. Aí é bem mais difícil parar para anotar ou gravar. Mas dou meu jeito. Normalmente paro rapidamente, cantarolo para o telefone a melodia ou a letra e depois termino a composição em casa. Acontece também quando eu estou com muita emoção transbordando. Algo muito bom ou muito ruim acontecendo. Dificilmente vou escrever exatamente sobre o ocorrido, mas a composição vem por conta de algum evento X na minha vida. Isso é fato.

12) RM: Quais são seus principais parceiros de composição?

Sofia Heringer: No momento eu me apoio muito em mim. No que eu penso e sinto. Mas minha autoral foi composta com a Barbara Dias, além de uma professora incrível ela também é uma artista com muito talento e bagagem. Tenho muita vontade de compor com alguns artistas ainda como: Jão, Elana, Samuel Rosa, Clarissa, Jax, Dove Cameron, Harry Styles, entre outros.

13) RM: Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

Sofia Heringer: É bacana poder me ver desabrochar e seguir um desejo profundo sabe. Mostrar do que eu sou capaz nesse meio por “minha conta”. Poder parar e olhar com orgulho o que eu criei e saber que eu consigo chegar mais longe do que eu pensava ontem, anteontem, etc. Mas é lógico que vão haver sempre pedras no caminho. Então conhecer a pessoa certa pra te abrir os caminhos é ideal. E as vezes não ter esse tipo de contato pode atrasar o crescimento na carreira. O artista independente também tem que investir nele próprio o que realmente confirma a independência, mas a fonte de renda se for um segundo trabalho, toma tempo. E se for a própria música pode não dar o retorno tão imediato. É uma faca de dois gumes.

14) RM: Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

Sofia Heringer: Nesse momento o importante é produzir conteúdo, escrever mais músicas. As pessoas se identificaram bastante com a primeira música, Sua História. E agora é estreitar esse laço com os ouvintes. A partir daí seguiremos tanto em cima dos palcos quando fora.

15) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira musical?

Sofia Heringer: O empreendedorismo é uma área que me fascina. Sei pouco e quero aprender mais. Acho que qualquer pessoa que começa a empreender, fora e dentro da arte, tem que conhecer seu público e entender as necessidades dele. Dessa forma, o consumidor passa a se identificar com o produto e, organicamente, passa a consumi-lo. Eu miro nessa direção, entender o meu público e tocar o coração dele aí então, ouvir a canção virá organicamente.

16) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira musical?

Sofia Heringer: O problema não é a Internet, muitas vezes é a solução. São as plataformas de mídias sociais que podem dificultar as vezes. Principalmente se você não souber usá-las. Isso por que algumas entregam mais e outras menos. Algumas você precisa investir financeiramente pra aparecer, outras não. Penso que pra um criador de conteúdo em tempo integral talvez seja mais fácil compreender o que “vende” e entrega mais em cada plataforma. Já pra mim, confesso que é mais difícil por que passo grande parte do meu tempo em centro cirúrgico e no ambulatório. O restante do tempo livre estou compondo, estudando música ou na aula de canto. A equipe de marketing que me auxilia inclusive fica doida com meus horários na tentativa de organizar uma agenda para as mídias sociais. Resumindo, acho que o difícil é a gente saber usar a internet e as mídias e não elas em si. Eu estou aprendendo.

17) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso à tecnologia de gravação?

Sofia Heringer: Atualmente é muito mais rápido você produzir uma música em um homem estúdio. Com o acesso facilitado qualquer um pode expor seu trabalho. Isso é muito bacana. Tem mais gente aparecendo no meio, mais arte sendo produzida. Mas com isso também são mais pessoas dividindo o holofote. Então você precisa mesmo ser autêntico pra que as pessoas se identifiquem contigo e sejam fiéis a você. É um exercício diário de olhar pra si e dar seu melhor.

18) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Sofia Heringer: Sou uma pessoa multifacetada. Bato muito nessa tecla. Tento tocar as pessoas que, como eu, são muito mais do que uma coisa. Eu vivo essa vida de corre-corre, lá e cá, entre a medicina e a música. Não vou fugir disso por que são minhas duas paixões e faltou quem me abraçasse. Tento abraçar o público nesse lugar. E na produção musical também tento me aproximar de gente competente, mas que no pessoal também tem essas características. O estilo musical vem junto com a vontade de fazer música e o que a letra pede. É como eu falei, tento ser eu com todas as minhas peculiaridades e irão gostar de mim aqueles que entendem e sentem o mesmo. Acho que efetivamente, meu diferencial é esse.

19) RM: Como você analisa o cenário da Música Popular Brasileira. Em sua opinião quais foram as revelações musicais nas últimas décadas? Quais artistas permaneceram com obras consistentes?

Sofia Heringer: Temos uma variedade de novos artistas. Pessoas incríveis no estilo MPB e Pop/Rock nacional. Posso falar um pouco de cada? Jão, Clarissa, Marina Sena, Anavitoria, Melim, Iza, etc. São pessoas com muito talento que vieram para acrescentar e preencher o cenário musical. Daqueles que são já consagrados, muitos seguem fazendo música boa, mas o Nando Reis e o Lulu Santos fizeram participações em trabalhos de artistas mais novos saindo um pouco até do estilo MPB o que eu achei incrível!

20) RM: Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical (falta de condição técnica para show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber, ser cantado, etc)?

Sofia Heringer: Minha vontade é ter muita história pra contar sobre meus shows, turnês, etc. A estrada será longa e certamente nem tudo serão flores. O que eu posso dizer até agora é que a coisa mais inusitada foi encontrar um dos meus produtores em uma consulta na emergência de um hospital na Zona Sul do Rio de Janeiro. Eu fui a médica e Celso Filho, o paciente. E dali começar uma relação que deu como fruto minha primeira música autoral!

21) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

Sofia Heringer: O mais feliz é poder ser eu por inteiro e expressar o que eu sinto. A tristeza não experimentei na música. Somente a apreensão, ansiedade, de algo não sair como planejado.

22) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Sofia Heringer: Tenha certeza que irá se dedicar; é um nado contra a maré. E faça por você! O trabalho não é fácil, eu mesma não tinha ideia antes de começar. Mas a caminhada tem valido a pena. Ah, e mais um detalhe, se for possível, tenha como investir em si ou alguém para investir em você. Financeiramente mesmo.

23) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?

Sofia Heringer: Acredito que exista um viés. Acho que como em qualquer situação, a mídia vai tender a repetir a matéria ou o assunto que vende mais ou que dá mais cliques. Isso dificulta a propaganda para outros artistas que estão em ascensão e ainda fora dos holofotes. Mas faz parte do jogo.

24) RM: Quais os seus projetos futuros?

Sofia Heringer: Tenho algumas composições para sair do forno. Então estou animada para começar a trabalhar nelas no estúdio. Mostrar mais do meu trabalho.

25) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?

Sofia Heringer: [email protected]

| https://www.instagram.com/sofiatheringer

| https://www.youtube.com/channel/UCZrcU4C4ksUmAtZqgChxGgQ

Sofia Heringer – Sua História: https://www.youtube.com/watch?v=UNyAlGIbAGE


Deixe um comentário

*

Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.
Notícias por WhatsApp