Grupo KLIMA KABULOSO

KLIMA KABULOSO

Em novembro de 1991 em Mogi das Cruzes, São Paulo: RN, Dj Goose Jay, TNW (Tonhão), Ice – P, moradores do bairro Vila Jóia, distrito de Brás Cuba, formaram o grupo de RAP “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial”.

O grupo “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial” participou de vários eventos em casas de shows, escolas e espaços público. Apresentados pelo Dj Frutinha, da Equipe Disco Box; um dos importantes ícones do movimento Hip Hop brasileiro, ao Dj Hum, que convidou o grupo “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial” formado na época por Dj Kriador (Dj Goose Jay), Interrogado, Aliado Revoltado (Tonhão) para participar da coletânea “Rima Forte” produzida por ele e por Thaíde. A coletânea foi lançada pelo selo Brava Gente e distribuída pela gravadora Trama, em 1999. O grupo “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial” participou com a “Só Pancada”, participaram de vários eventos junto aos maiores nomes do movimento Hip Hop paulista.

Com o término do grupo “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial”, imediatamente criam o grupo de Rap “Invocado na Luz”: Fábio (Interrogado), Tonhão, sendo, então, convidados pelo DJ e produtor Pantera para gravar um CD solo finalizando no mês de junho de 2014. Com esse trabalho, participaram de vários eventos em casas de shows, igrejas, escolas, eventos abertos ao público livre, em praças, além de gravarem dois videoclipes produzidos por Don Pablo Videoclipes: “Invocado na Luz – Guerreiro Ferido” videoclipe “Invocado na Luz – Equilíbrio”.

Em 2018 o grupo “Invocado na Luz”: Fábio (Interrogado), Tonhão se separou e Tonhão (Antonio Contardi) formou o grupo “KLIMA KABULOSO”.  “O formador de opinião e conscientização de todos os seres humanos desta terra”, é assim que Tonhão se define. O grupo “KLIMA KABULOSO” está em fase de produção do primeiro CD já gravou: “Armadura”, “Súplicas na Escuridão”, “D1Tempo”. E “Armadura” teve vídeo clipe produzido por pelo produtor Dom Pablo Videoclipes e segundo vídeo clipe “Súplicas na Escuridão”. A produção do grupo “KLIMA KABULOSO” é totalmente independente.

Segue abaixo entrevista exclusiva com o grupo “KLIMA KABULOSO” para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 02.09.2020:

Índice

01) RM: Qual a sua data de nascimento e sua cidade natal?

KLIMA KABULOSO: Nasci no dia 02.06.1976 em Maringá – Paraná. Registrado como Antonio Contardi.

02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música.

KLIMA KABULOSO: Meu primeiro contato com a música foi com a minha mãe ouvindo MPB e outros ritmos da época na década de 80 no rádio de pilha.

03) RM: Qual sua formação musical ou acadêmica fora da área musical?

KLIMA KABULOSO: Minha formação musical é formada nas ruas das periferias em que convivo e busco minhas inspirações para transmitir o que vivemos no dia a dia nas periferias.

04) RM: Quais são suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

KLIMA KABULOSO: Komoldee, Woldini no presente Scarface, MC Eiht, Ice Cube. Todos ainda fazem parte do meu eterno aprendizados principalmente os que estão chegando agora cada um com sua particularidade.

05) RM: Quando, como e onde você começou sua carreira musical?

KLIMA KABULOSO: Nos anos 80 ouvindo Rap Internacional e Nacional na casa da mãe dos meus amigos de infância com seus irmãos mais velhos.

06) RM: Quantos CDs lançados?

KLIMA KABULOSO: Com o grupo “C.O.N.S.E.L.H.O. Racial” Dj Kriador (Dj Goose Jay), Interrogado, Aliado Revoltado (Tonhão), participamos da coletânea “Rima Forte” produzida por Dj Hum e Thaíde pelo selo Brava Gente, distribuído pela Trama em 1999 com a música Só Pancada. Com o grupo “Invocado na Luz” Fábio, Tonhão lançou um álbum – “A Fé a única que não morre” em 2014. Em 2017 lancei dois vídeos clipes com o grupo “Invocado na Luz”. Em 2018 lancei três vídeos clipes como KLIMA KABULOSO.

07) RM: Como você defini seu estilo musical?

KLIMA KABULOSO: Minha definição é o RAP onde relato o que vivo.

08) RM: Você estudou técnica vocal?

KLIMA KABULOSO: Não.

09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz

KLIMA KABULOSO: É primordial o estudo e cuidados com a voz.

10) RM: Quais as cantoras (es) que você admira?

KLIMA KABULOSO: Internacional: Scarface, MC Eiht, Ice Cube e Nacional: GOG,  Zona de Risco e Eduardo.

11) RM: Como é o seu processo de compor?

KLIMA KABULOSO: Sentir na pele, na consciência e no coração o que eu e os meus vivem e convivem são minhas inspirações para fazer minhas músicas.

12) RM: Quais são os seus parceiros de composição

KLIMA KABULOSO: Deus em primeiro lugar e um grande amigo que me ajudou no projeto passado Fábio Henrique.

13) RM: Quem já gravou suas músicas?

KLIMA KABULOSO: Um grupo muito considerado no passado de Mogi das Cruzes – SP: “C.O.N.S.E.L.H.O RACIAL”.

14) RM: Quais os pros e contra de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

KLIMA KABULOSO: Ter livre espontânea vontade e liberdade de criar, mas também assumindo um grande desafio e o contra é de não ter apoio financeiro para o desenvolvimento dos projetos.

15) RM: Quais as estratégias de planejamentos de sua carreira dentro e fora do palco?

KLIMA KABULOSO: Levar uma mensagem positiva, consciente e de libertação dentro e fora do palco.

16) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver sua carreira?

KLIMA KABULOSO: Vídeo Clipe, shows, vendas de camisetas e bonés.

17) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento na sua carreira?

KLIMA KABULOSO: Até o momento a internet só ajuda.

18) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso da tecnologia de gravação (home estúdio)?

KLIMA KABULOSO: A vantagem home estúdio é que está tudo em casa e temos um pouco mais de liberdade para o desenvolvimento da produção das músicas. Já a desvantagem teríamos que abrir o leque para as críticas construtivas e até mesmo desmotivadoras.

19) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais um grande obstáculo. Mas, a concorrência de marcado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

KLIMA KABULOSO: Acompanho pouco a pouco a evolução das produções musicais, mas tento sempre manter a originalidade dos meus princípios e ideias nunca deixando para trás minhas essências musicais.

20) RM: Como você analisa o cenário RAP brasileiro. Em sua opinião quem foram as revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e que regrediu?

KLIMA KABULOSO: O cenário do RAP nacional deveria ser bem mais valorizado devido a maioria optar por suas ideias construtivas. Revelações: Zona de Risco, Viela 17, Eduardo. Com obras consistentes: GOG, Thaíde, Trilha Sonora do Gueto. A questão de regressão é um aspecto particular.

21) RM: Quais os músicos já conhecidos do público que você tem um exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

KLIMA KABULOSO: Sistema Negro, Zona de Risco, MV Bill.

22) RM: Quais as situações mais inusitadas que aconteceram na sua carreira musical (falta de condições técnica para show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber ser cantado etc…)

KLIMA KABULOSO: Aconteceram um pouco de todas essas situações citadas na pergunta. Mas tudo isso fez com que o meu crescimento profissional e pessoal fosse progressivo e não desisti.

23) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

KLIMA KABULOSO: Feliz é quando obtemos o reconhecimento e quando nossa mensagem é alcançada, isso não tem preço. Triste é quando não existe reconhecimento.

24) RM: Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

KLIMA KABULOSO: Não, pois tenho conhecimento de causa que para tocar em rádio de grande audiência só pagando o jabá.

25) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

KLIMA KABULOSO: Humildade, foco, paciência, persistências, muito estudo e buscar conhecimento, ter simplicidade e Fé acima de tudo.

26) RM: Quais os pros e contas nos Festivais de música?

KLIMA KABULOSO: Infelizmente, em alguns Festivais de música, existem as tais panelas.

27) RM: Hoje os Festivais de música revelam novos talentos?

KLIMA KABULOSO: Sim.

28) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?

KLIMA KABULOSO: É boa e de grande importância.

29) RM: Qual sua opinião sobre o espaço aberto pelo Sesc, Sesi, Itaú Cultural, Banco do Brasil e Caixa Cultural para cena musical?

KLIMA KABULOSO: Importante para a cultura.

30) RM: O circuito de bar na sua cidade é uma boa opção de trabalho para os músicos?

KLIMA KABULOSO: Em Mogi das Cruzes – SP o espaço em Bar para o RAP é escasso.

31) RM: KLIMA KABULOSO, Quais os seus projetos futuros?

KLIMA KABULOSO: Estou produzindo o primeiro EP do grupo KLIMA KABULOSO, já lancei os primeiros vídeos clipes e alguns eventos já foram agendados para 2021. E confecções de camisetas e bonés que já estão disponíveis nas redes sociais.

32) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?

Telefone: (11) 96444 – 1991 | [email protected]    

Súplicas na Escuridão | CLIPE OFICIAL:

https://www.youtube.com/watch?v=NdbNQX6E2HM

ArmaDura (CLIPE OFICIAL) Don Pablo Videoclipes:

https://www.youtube.com/watch?v=ars6iEgFhFo

ARMADURA: https://www.youtube.com/watch?v=aP2_bE330sQ

Invocado na Luz – Guerrero Ferido (CLIPE OFICIAL 4K) Don Pablo Videoclipes:

https://www.youtube.com/watch?v=LzPCnlcWEmQ 

Invocado na Luz – Equilíbrio (CLIPE OFICIAL) Don Pablo Videoclipes:

https://www.youtube.com/watch?v=JJcJfJ-GVTE

C.o.n.s.e.l.h.o Racial – Só Pancada: https://www.youtube.com/watch?v=wWuRFZdBJkw

Rima Forte (1999) Coletânea Rima Forte Álbum Completo

https://www.youtube.com/watch?v=e4JVFVp-Pjk

01) Caminho das Pedras – Zona Proibida

02) Não Mudou Nada – Rua de Baixo

03) Só Pancada – C.o.n.s.e.l.h.o Racial

04) Eu Só Quero é Saber de Curtir – Urbanos Mc’s

05) Sangue Bom – Mandamentos

06) Assim Será a Paz – Balanço Negro

07) João e Maria – Revolucionários Mc’s

08) Papo 120 – Autentic Rap

09) Quebrada Sem Lei – Aliados do Gueto

10) Fúria de Titãs – SP Funk

11) Cabeça Feita – Herança Negra

12) Batidas Pesadas (especial para improvisos) – Dj Hum


Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Criador e Editor responsável pela revista digital RitmoMelodia desde 2001, jornalista, músico, poeta paraibano Antonio Carlos da Fonseca Barbosa, propaga a diversidade musical brasileira através de entrevistas e artigos. Jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba - UEPB (1996 a 2000) que lançou um livro de poesia em 1998 e seus poemas ganharam melodias gravadas em três álbuns concluindo a trilogia "reggae baseado em poesia" no seu projeto musical Reggaebelde. Unindo a sensibilidade do poeta, músico com o senso crítico do jornalista e pesquisador musical colocado em prática em uma revista que Canta o Brasil.