More JotAlencar »"/>More JotAlencar »" />
Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.

JotAlencar

JotAlencar
JotAlencar

O cantor barítono, compositor, poeta, violonista, arranjador cearense JotAlencar, iniciou sua carreira musical em 2010, depois de muito sonhar e lutar por ela.

Nos anos de 2013 e 2014, gravou dois álbuns: “No Alvo” e “La Luna”, respectivamente, com canções autorais em português e espanhol, em Havana -Cuba. No ano de 2016, rumou para o continente europeu e apresentou-se em espaços públicos, espaços de gastronomia e entretenimento, com músicas ao vivo, nas cidades de Milão e Sardenha (Itália). O inverno que castiga em temperatura congelante, mandou de volta para casa o barítono nordestino retirante.

Atualmente, reside em Araripe – CE e apresenta suas canções autorais em parceria com o letrista Pedro Sampaio. O projeto Cearensidade em Música & Poesia é uma marca com assinatura de dois cearenses com uma vasta produção na criação composição. São canções variadas em muitas temáticas que vem despertando interesse de artistas que estão selecionando repertórios para gravar seus discos. Depois de muitos anos morando em São Paulo, atuando em churrascarias e pizzarias pela capital, encerra seus contratos e volta para a sua Araripe.

Em 2020 JotAlencar intensifica o amor às suas raízes ao criar a marca “Cearensidade em Música e Poesia”, com o caucaiense Pedro Sampaio – profissional de imprensa do rádio e televisão além de poeta, escritor com vários títulos publicados e com forte foco na literatura de Cordel, pertence às academias:

ABLAC ACADEMIA de Letras e Artes do Cangaço sediada em Aracajú – SE, Cadeira 08 / A.P.B Academia Poética Brasileira com sede em Curitiba – PR, Cadeira 75 / Alac Academia de Letras e Artes de Caucaia – CE, Cadeira 36, sendo seu atual Presidente. É também um compositor letrista e nessa parceria já nasceu o álbum da marca com a canção, “A vida é uma escola” – como carro chefe e entre outras canções, algumas que exaltam a terra magnânima e muito amada Caucaia a exemplo das canções: Essa marca Cearensidade em Música e Poesia a partir de Caucaia pretende percorrer: Escolas, Associações, Espaços Culturais, Teatros do Brasil.

Segue abaixo entrevista exclusiva com JotAlencar para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 08.07.2021:

Índice

01) RM: Ritmo Melodia: Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?

JotAlencar: Nasci no dia 01.03.1980 em Araripe – Ceará. Registrado como José Ilton dos Santos Alencar.

02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música?

JotAlencar: Meu primeiro contato com a música foi sozinho com o violão e as revistas com letras e cifras de músicas vários artistas sem nada saber.

03) RM: Qual sua formação musical e/ou acadêmica fora da área musical?

JotAlencar: Tranquei o curso na Faculdade no segundo ano de Licenciatura em Música e fiz outros diversos cursos.

04) RM: Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

JotAlencar: Geraldo Vandré, Raul Seixas, Antônio Marcos, Jessé. Hoje em dia pouco se ouve sobre esses, mas para mim serão eternos e importantes.

05) RM: Quando, como e onde você começou sua carreira profissional?

JotAlencar: Em São Paulo me apresentando em Bares e Churrascaria – Voz & Violão – cantor e violonista no ano de 2008.

06) RM: Quantos CDs lançados?

JotAlencar: Tenho dois álbuns, com músicas de outros artistas e mais dois álbuns com minhas canções. Todos os álbuns em MPB, Pop Rock Romântico e Latino. As músicas em espanhol entraram mais no gosto do público.

Em 2013 o primeiro “No Alvo”. Em 2014 o segundo “La Luna”. Em 2017 o terceiro “A Voz do Verso”. Em 2020 o quarto “Cearensidade em Música & Poesia”.

07) RM: Como você define seu estilo musical?

JotAlencar: Uma mescla de Pop Rock com Latino.

08) RM: Você estudou técnica vocal?

JotAlencar: Fiz um curso básico de canto lírico.

09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz?

JotAlencar: O estudo de técnica vocal é importante para que tenhamos total capacidade de cantar qualquer canção, disciplinando a respiração de modo geral dentro e fora da música.

10) RM: Quais as cantoras (es) que você admira?

JotAlencar: Zé Ramalho, Alceu Valença, Zé Geraldo, Geraldo Azevedo, Belchior, Luiz Gonzaga, Fagner, Djavan, Milton Nascimento, Xangai, Maria Bethânia, Daniela Bontempi, Roberta Miranda e Silvio Rodrigues, Pablo Milanês, Santiago Faliu, Bob Dylan, Bruce Springsteen e muitos outros.

11) RM: Como é seu processo de compor?

JotAlencar: É naturalmente, não tem tempo nem lugar para receber a inspiração com ou sem violão e criar uma canção.

12) RM: Quais são seus principais parceiros de composição?

JotAlencar: Pedro Sampaio, Gustavo Dourado, Chico Pim, Luciano Correia, Daniela Bontempi.

13) RM: Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

JotAlencar: Desenvolver uma carreira musical de forma independente sempre enriquece o meu conhecimento de modo geral, todos querem dar palpites e fazem críticas destrutivas, ajudar mesmo, ninguém quer.

14) RM: Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

JotAlencar: Bem simples: Faço o envio das canções para outros artistas gravarem e faço as publicações das mesmas nas redes sociais.

15) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira?

JotAlencar: Criando sempre novas parcerias, canções e artes com fotos e frases de reflexões.

16) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira?

JotAlencar: A internet ajuda a levar para os quatros cantos do mundo em fração de segundos. Prejudica quando outras pessoas fazem comentários por escrito desagradáveis mesmo sem entender do que trata uma canção.

17) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso à tecnologia de gravação (home estúdio)?

JotAlencar: Com a tecnologia que temos e aparelhagem diversas, têm sido as melhores vantagens e praticidade o home estúdio. Desvantagem não vejo, a não ser gravarem qualquer coisa e lançarem no mercado um produto de baixa qualidade e de conteúdo fútil.

18) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

JotAlencar: Ampliar meu leque de canções em três idiomas: Português, Espanhol e Italiano.

19) RM: Como você analisa o cenário do Música Popular Brasileira. Em sua opinião quais foram as revelações musicais nas últimas décadas e quais permaneceram com obras consistentes e quais regrediram?

JotAlencar: Consistentes: Geraldo Vandré, Vinicius de Moraes, Antonio Carlos Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Roberto Carlos. Regrediram obras de: Antônio Marcos, Vanusa, Jair Rodrigues, Renato Russo, Catedral, Paulo Sergio, Altemar Dutra.

20) RM: Quais os músicos já conhecidos do público que você tem como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

JotAlencar: Alejandro Sanz, Capital Inicial, Ricardo Arjona, Luciano Ligabue, Zucchero Fornaciari, Hernaldo Zúniga.

21) RM: Quais as situações mais inusitadas aconteceram na carreira musical (falta de condição técnica para show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber, ser cantado etc)?

JotAlencar: Chover e faltar a energia elétrica durante o show. E se locomover em São Paulo em ônibus com aparelhagem de trabalho era desanimador.

22) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

JotAlencar: Feliz por me fazer bem e forte, inspirando sempre uma nova visão para viver melhor e em harmonia com o todo. Triste em vivenciar a popularização de músicas sem qualidades e influenciando a atual juventude.

23) RM: Existe o Dom musical? Como você define o Dom musical?

JotAlencar: Existe, o Dom é uma função única e oficial dada por Deus ou o Universo, como preferir, não existe como explicar o dom, a não ser produzindo suas faculdades.

24) RM: Qual é o seu conceito de Improvisação Musical?

JotAlencar: Ouvir e sentir o silêncio e digerir o som, os sentidos das palavras da letra da música.

25) RM: Existe improvisação musical de fato, ou é algo estudado antes e aplicado depois?

JotAlencar: Existe improvisação na hora, sem estudo anterior, até os dias de hoje.

26) RM: Quais os prós e contras dos métodos sobre Improvisação musical?

JotAlencar: Improvisar; também pode ser uma forma de interagir sozinho e com outros, enriquecendo os conhecimentos de ambos. Contra: quando surge algo estupendo e não for gravado ou registrado não tem como refazer, quase impossível fazer igual sem ter registrado ou gravado antes.

27) RM: Quais os prós e contras dos métodos sobre o Estudo de Harmonia musical?

JotAlencar: Cada método tem a sua particularidade, sei pouco sobre, mas estudar métodos e harmonia não atrapalha em nada. Só é ruim quando alguém tem um método refinado e o outro não usa nenhum método específico, aí a linguagem musical muda de direção.

28) RM: Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

JotAlencar: Sim, pode ser tocada, e quando se tem boa amizade com o radialista se torna muito mais fácil.

29) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

JotAlencar: Que seja humilde, coerente, pesquise sobre as músicas de outros países e mantenha-se sempre informado. E nunca deixe de estudar algo que seja ligado à música.

30) RM: Quais os prós e contras do Festival de Música?

JotAlencar: Um festival de música sempre nos traz experiência e boas amizades, porém quando existem panelinha entre artista com os jurados não é um bom festival.

31) RM: Hoje os Festivais de Música revelam novos talentos?

JotAlencar: Era para ser mais relevante, porém com esses quadros de cantores na televisão, etc, fica cada vez mais difícil para os artistas das trincheiras terem como serem visto em Festival de Música.

32) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?

JotAlencar: Cobertura da cena musical a grande mídia sempre faz, porém somente o que é viável para ela. A fama não é tudo, ela é um fruto do trabalho. Divulgar a fama e o trabalho, são duas coisas diferentes.

33) RM: Qual a sua opinião sobre o espaço aberto pelo SESC, SESI e Itaú Cultural para cena musical?

JotAlencar: Que esses espaços avaliem antes todo e qualquer conteúdo rigorosamente e o seu teor, para não darem asas a cobra sem qualidade artística.

34) RM: O circuito de Bar na cidade que você mora ainda é uma boa opção de trabalho para os músicos?

JotAlencar: Se os músicos fossem mais unidos a tendência do circuito de Bar era crescer mais e mais, porém é o contrário.

35) RM: Quais os seus projetos futuros?

JotAlencar: Gravar um álbum anualmente com canções novas em: português, espanhol e italiano.

36) RM: Fale de sua experiência pessoal e profissional em Cuba.

JotAlencar: Foi riquíssima e cheia de novidades, primeiro fui para Cuba como turista e queria testar usando meu espanhol. Depois descobri a riqueza que temos no nosso Brasil e só percebemos quando saímos daqui. Fiz grandes amizades, produzi dois álbuns com músicos cubanos com canções autorais em português e espanhol.

37) RM: Fale de sua experiência pessoal e profissional na Itália.

JotAlencar: Foi dificílimo nos primeiros três meses na Itália, pois eu não falava o idioma italiano e eles não gostam que um brasileiro fale outro idioma para se comunicar com eles. Fui como turista e vivia da música cantando nas praças públicas, enfrentando um frio de 4 graus.

38) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?

JotAlencar: (11) 98946 – 1746 | [email protected]

| https://web.facebook.com/jota.jotalencar

| https://www.instagram.com/jotalancar

Canal: https://www.youtube.com/channel/UCoABJmhyvzH374YLcjSTwWw

RELUTAR – JotAlencar – 2007: https://www.youtube.com/watch?v=VHLlu9z3TKk

PERDONAME – JotAlencar – 2019: https://www.youtube.com/watch?v=0EK7O7gCrdk

O QUE É O AMOR? – JotAlencar – 2019: https://www.youtube.com/watch?v=KRThvS5Nmh4


Comments · 1

Deixe um comentário

*

Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.