More Banda Biographia54 »"/>More Banda Biographia54 »" />
Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.

Banda Biographia54


A caminhando de mais um single, a Biographia54, nascida em 2018, ousa sempre experimentar novos ritmos e gêneros musicais em seu som de Rocha.

O trio formado por Alex Maldni na voz e guitarra, Allan Lima na bateria e Diogo Milão no contrabaixo, se dedicam exclusivamente às suas canções e releituras que carregam mensagens de luta pela paz e igualdade social. Exemplo disso é “Cor de Sangue”, uma música que traz consideráveis críticas sociais e políticas em repúdio a tudo que nosso país sofreu e vem sofrendo desde sua colonização, descaso, corrupção, discursos de ódio, violência e etc. A letra também valoriza a igualdade entre as pessoas, sem distinção social, racial ou gênero.

O som da Biographia54 como sempre experimental, carregado na mistura de Funk, Hip Hop, Hard Rock e Samba.

Segue abaixo entrevista exclusiva com a banda Biographia54 para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistada por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 24.08.2022:

01) Ritmo Melodia: Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?

Banda Biographia54 | Alex Maldni (voz e guitarra), nasceu no dia 29/09/1976 no Rio de Janeiro – RJ. Registrado como Alex Emmanuel Maldini.

Diogo Milão (baixista), nasceu no dia 06 de julho de 1983 no Rio de Janeiro.

Allan Lima (baterista), nasceu no dia 08/05/1982 no Rio de Janeiro.

02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música.

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Nos anos 80, ainda na infância, assisti alguns artistas do momento num clube próximo de casa onde meu pai promovia os eventos, Lulu Santos, Biquíni Cavadão, Biafra, entre outros. Ao completar 12 anos de idade ganhei meu primeiro violão e uma banda, do ainda namorado de uma prima, que posteriormente viraria marido, e meu melhor amigo, “Alfredo” (in memoriam), veio ensaiar justamente na garagem da casa da minha avó, onde meu pai guardava os equipamentos de som dele. Então, não teve jeito, eu pedi para cantar a musica “Cartas aos missionários” da banda “Uns e Outros”, recém lançada na época, daí descobri que era aquilo que eu queria para minha vida.

03) RM: Qual sua formação musical e/ou acadêmica fora da área musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni (voz e guitarra), posso dizer que sou autodidata, mas tive algumas aulas de guitarra com Ziel de Castro que me ensinou alguns métodos da escola de música GTR. Fora da música sou Tecnólogo em Eletrônica e Informática.

Diogo Milão (baixista), quando eu estava tocando na peça de teatro que contava história do Renato Russo (de 2006 até 2008), o Maninho, que é o atual baixista da peça, me deu aulas de contrabaixo e pesquiso e estudo por conta própria. Sou bacharel em Administração Empresas, com MBAs em Gestão Empresarial, Gerenciamento de Projetos e em Gestão Pública. Sou servidor do Estado do Rio de Janeiro desde 2014. Sou técnico admirativo na UERJ – Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Sou mestre cervejeiro, faço cerveja artesanal.

Allan Lima (baterista), fiz aulas particulares por um ano, depois segui o estudo de bateria sozinho. Cursei Educação Física, mas não conclui.

04) RM: Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Sou eclético, gosto de música boa, ouço de tudo um pouco, funk, soul, jazz, samba, não gosto de letra ruim ou apelativa, o resto vale! Mas na maioria das vezes escuto Rock and Roll. Nada do que escutei e gostei deixou de ter importância para mim até os dias de hoje.

05) RM: Quando, como e onde você começou sua carreira musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Em 1995 quando gravei pela primeira vez num estúdio profissional com a banda “Álibi Suspeito”. Antes disso tive várias bandas, mas nada passou de ensaios de garagens e shows de festinhas de rua e particulares. Depois passei pelas bandas: “Ecos Mortais” (2006), “Arsenal dos Indefesos” (2008). Em 2011, banda Biographia e em 2018 Biographia54 e atual formação: eu, no vocal e guitarra e Allan Lima na Bateria (nasceu 09 de maio) e Diogo Milão no Contrabaixo (nasceu 06 de julho).

Diogo Milão (baixista), comecei no início de 1998, com 14 anos, no segundo ano do Ensino Médio, tocando violão, com uma turma na sala de aula, até hoje somos amigos. Toquei nas bandas: “Metrópole” (de 1998 – 1999). “Poder Público” – banda que fazia Tributo a Legião Urbana (1999 – 2002). “Covil AS” (2003 – 2006). “Arte Profana” – banda que fazia Tributo a Legião Urbana (2006 – 2008). “Biographia” (2004), “Arsenal dos Indefesos” (2008), e atualmente “Biographia54”.

Allan Lima (baterista), iniciei minha carreira musical em 1998. Passei pelas bandas: “Mhzrock”, “Planalto Carioca” e atualmente na “Biographia54”.

06) RM: Quantos CDs lançados?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Lancei um álbum solo – “Nos Limites da Vida” em 2016 e mais dois álbuns com a Biographia54 e estamos gravando o terceiro.

07) RM: Como você define seu estilo musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Acho que é Rock, mas gosto de misturar tudo na minha pegada de Rocha rolando (risos).

08) RM: Você estudou técnica vocal?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Ainda não tive tal privilégio.

09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: É muito importante, mas curto mais cantores de atitude e boa interpretação.

10) RM: Quais as cantoras (es) que você admira?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Janis Joplin, Jim Morrison, Bruce Dickinson, Lady Gaga, Ozzy, Dio, James Brown, Christopher Cross, Cazuza, Marisa Monte, Tim Maia, Bebeto, ih, são muitos (risos).

11) RM: Como é seu processo de compor?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Vivo a experiência e componho, não gosto muito de letra encomendada, prefiro ser espontâneo, já o instrumental, eu crio riffs e melodias até que um dia surge uma letra.

12) RM: Quais são seus principais parceiros de composição?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Diogo Milão, Allan Lima, Celso Madruga, Luciano Rosa, Zeca Britto.

13) RM: Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: O bom é que você faz 100% do seu jeito, o contra é que é difícil ser notado sem grana e sem divulgação maciça de uma gravadora.

14) RM: Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Procuro seguir o protocolo, buscar shows direcionados a cena autoral e criar situações onde nós mesmos possamos promover nosso próprio show. Já fora do palco, trabalhamos a imagem com muitos vídeos, teasers, fotografias, estamos sempre postando alguma coisa em nossas redes sociais, ensaios, avisos, trecho de gravação, descontrações, curiosidades sobre as musicas. Por ai vai!

15) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Produção, fotografias, gravação, teasers, registros de ISRC e obra, vídeo clipe, parcerias com rádios, jornalistas e Impulsionamento digital.

16) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Ajuda mais a ser independente. Porém são muitos conteúdos e nem sempre o que faço chega ao público alvo, ou nas pessoas que talvez possa se interessas pelas minhas músicas.

17) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso à tecnologia de gravação (home estúdio)?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: A vantagem é que tudo acontece mais rápido e dificilmente você perde uma boa ideia. A desvantagem é que perde um pouco em qualidade do som analógico e dinâmica de grupo.

18) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Procuro não seguir tendências ou moda, faço a música para eu ouvir, com meu gosto, a minha verdade, então se algo soar parecido com alguém, é apenas influência, nada além.

19) RM: Como você analisa o cenário do Rock Brasileiro. Em sua opinião quais foram as revelações musicais nas últimas décadas? Quais artistas permaneceram com obras consistentes e quais regrediram?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: O Rock Brasileiro está restrito ainda as bandas de gravadora e consagradas no passado, o novo parece ser sempre rejeitado, o roqueiro velho não quer ouvir, os novos adeptos não tem identidade musical como no passado. Revelação é meu parceiro musical Celso Madruga, Melyra, PAD, Flávio Landau e Biographia54, que infelizmente ainda não tivemos o devido reconhecimento. As obras consistentes são: Barão Vermelho, Paralamas, Ira!, Pitty, Lobão, Blitz. Os que regrediram foram: Titãs, Nando Reis, Skank.

20) RM: Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical (falta de condição técnica para show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber, ser cantado etc)?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Tem vária, mas vou citar apenas três. Já chegamos para tocar uma vez, passamos som e ninguém apareceu (risos), desmontamos tudo, recebemos o cachê e fomos para o bar beber e gastar o dinheiro do show que não aconteceu. Uma vez uma mulher invadiu o camarim da lona cultural de Guadalupe – Rio de Janeiro, num tributo a Cazuza, e mordeu meu beiço por eu não ter tocado uma musica de sua preferência, alegando que antes eu havia prometido (risos). Outra vez me lembro que nosso vocalista costumava chorar em determinada música, mas nesse show ele engoliu o choro depois que percebeu o tecladista o imitando. Foi hilário! (risos).

21) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Mais feliz é poder compor e gravar minhas músicas com meus amigos. Triste é ter que tocar cover se quiser viver de música. Prefiro exercer qualquer outra profissão a tocar somente cover. Isso me deprime.

22) RM: Existe o Dom musical? Como você define o Dom musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Sim, existe. É quando você ensina três notas para alguém e ela já sai tocando (risos).

23) RM: Qual é o seu conceito de Improvisação Musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: É essencial para quem tem atitude de mostrar uma arte consolidada no seu jeito de enxergar, e interpreta-la.

24) RM: Existe improvisação musical de fato, ou é algo estudado antes e aplicado depois?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Sim, muitos estudam métodos que foram desenvolvidos por alguém, outros são mais espontâneos e criativos e deixa fluir!

25) RM: Quais os prós e contras dos métodos sobre Improvisação musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: O bom é que você pode aplicar sua forma verdadeira de tocar. Porém nem sempre tudo soa tão bonito.

26) RM: Quais os prós e contras dos métodos sobre o Estudo de Harmonia musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Só engrandece, o bom e certo é procurar saber e aprender cada vez mais, sem reprimir o lado criativo.

27) RM: Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Não muito, mas a esperança é última que morre (risos).

28) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Que vá, mas que seja livre, busque criar independente de tendências ou moda. Faça sua música de coração, e lá no fim, se algo não der muito certo, fosse muito genial, e deixasse seu maravilhoso legado para sempre.

29) RM: Festival de Música revela novos talentos?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Acredito que sim.

30) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Cobertura manipuladora e mercenária, com raras exceções é claro.

31) RM: Qual a sua opinião sobre o espaço aberto pelo SESC, SESI e Itaú Cultural para cena musical?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: É ótimo, porém é preciso apresentar um belo projeto e trabalhar muito para valer a pena.

32) RM: Quais os seus projetos futuros?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: Agora como guitarrista e vocalista da Biographia54, estaremos lançando um single no dia 10 de setembro chamado “COR DE SANGUE”, em seguida lançaremos nosso terceiro álbum, em maio 2023, já estamos gravando, o mesmo deverá se chamar “DO DESASTRE AO TRIUNFO”, em resposta a rasteira que levamos agora em julho de 2022.

33) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?

Banda Biographia54 | Alex Maldni: [email protected] | (21) 97672 – 4369

https://www.instagram.com/biographia54

https://www.instagram.com/alex_maldni

https://www.instagram.com/diogomilao

https://www.instagram.com/allan_lima

Canal: https://www.youtube.com/c/Biographia54

Cor de Sangue – Biographia54: https://www.youtube.com/watch?v=j_JMyrYuwPs

Trem de Doido – Biographia54: https://www.youtube.com/watch?v=7JDbhEQ1LAA

Show de lançamento CD Irreversível – Biographia54: https://www.youtube.com/watch?v=VrsIYSqKR3k

Entrevista com Biographia54: https://www.youtube.com/watch?v=92BUgBFhNMM

 


Deixe um comentário

*

Uma Revista criada em 2001
pelo jornalista, músico e poeta paraibano
Antonio Carlos da Fonseca Barbosa.
Notícias por WhatsApp