Planta & Raiz

Planta & Raiz 1
  •  
  • 17
  •  
  •  
  •  
    17
    Shares

Em 2015 o Planta & Raiz completou 17 anos e lançou o seu décimo CD – “Segue em Frente” com sete músicas inéditas em parceria com artistas e amigos, como Ivo Mozart, Marcelo Mira, Marceleza e Tato Cruz do Falamansa. O EP foi produzido pela própria banda e gravado no estúdio do baixista Samambaia em São Paulo, mixado por Miro Vaz, produtor brasileiro radicado em Portugal, e masterizado por Stefano Capelli no Creative Mastering, na Itália.

O primeiro single, “Desde as estrelas”, composta pelo Zeider, Ivo e Tato já está sendo distribuído nas rádios de todo Brasil e ganhou também uma versão acústica que está no CD. “Free World” é uma faixa especial, já que conta com a participação de Champignon, que assinou a composição e os vocais da música antes de falecer, em setembro de 2013. O ex-baixista do Charlie Brown Jr. acreditava que a música seria um sucesso e o Planta & Raiz pretende levar o sonho do parceiro Champignon para frente. Em 2013 a banda gravou um CD/DVD em comemoração aos 15 anos de carreira no mesmo local onde iniciou a carreira, na Vila Madalena em São Paulo.

O CD duplo – Bora Viver e De Sol a Sol que pela primeira vez foi todo produzido por Zeider, Samambaia e Franja no estúdio da própria banda em São Paulo, tem 14 músicas inéditas, a regravação de Telefone do Jorge Ben Jor e muitas participações como: Di Ferrero (NX Zero), Claudia Leitte, Tati Portela (Chimarruts), Helio Bentes (Ponto de Equilibrio), Sandrão (RZO), Sabotinha (filho Sabotage), Sombra (SNJ) e Rael da Rima, além de parceiros como Fernando Anitelli (Teatro Mágico) e Stereodubs na versão remix da faixa De Sol a Sol. O primeiro single desse trabalho foi Flores no Meu Jardim com com participação da Claudia Leitte e o segundo é Linda com a participação de Tati Portella. Em 2012 foram percorridos 105 palcos diferentes incluindo palcos Japonês e Australiano, Festas de Cidades e Grandes Festivais.

Segue abaixo entrevista exclusiva com o Planta & Raiz para a www.ritmomelodia.mus.br , entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 25.04.2016:

01) Ritmo Melodia: Qual a data de nascimento e cidade natal dos fundadores do Planta &  Raiz?

Planta & Raiz: Zeider Pires, Fernando Cabral Chaves (Fernandinho), Thiago Zello (Samambaia) e Raphael Berlamino (Franja) são nascidos em São Paulo. Costumamos celebrar a data de nascimento junto com a primeira apresentação dia 02 de agosto de 1998.

02) RM: Conte como foi o primeiro contato com a música dos membros da banda Planta & Raiz.

Planta & Raiz: Em maio de 1998 foi quando nos reunimos pela primeira vez para dar vida à banda pelos ensaios. E tivemos a oportunidade de expor cada influencia musical entre os fundadores do Planta & Raiz.

03) RM: Qual a formação musical e acadêmica fora música dos membros da banda?

Planta & Raiz: Todos com o ensino médio concluído. Largamos a Faculdade para nos dedicar exclusivamente ao grupo. Na formação musical começamos como autodidata, porém alguns mais tarde ingressaram cursos livres de músicas em Escola Particular e Conservatório.

04) RM: Quais as influências musicais no passado e no presente dos membros da banda? Quais deixaram de ter importância?

Planta & Raiz: A música não perde importância. Fiel às nossas primeiras influências, mas sempre pensando em música como evolução.

05) RM: Quando, como e onde vocês começaram a banda?

Planta & Raiz: No final de 1997, já tínhamos combinados de tocar reggae e cada função dos músicos entre amigos de colégio e bairro. Só faltava o lugar para o ensaio, que generosamente os pais do Zeider e Samambaia, permitiram que os ensaios fossem realizados na garagem de suas respectivas casas.

06) RM: Quantos discos lançados e quais os anos de lançamento (quais os músicos que participaram das gravações)? Qual o perfil musical de cada álbum? E quais as músicas que caíram no gosto do seu público?

Planta & Raiz: Discos nós temos: “Este é o remédio” de 2002; “De Cara pro Mundo” em 2004; “Qual é a Cara do Ladrão” de 2007; “Manifestação do Amor” de 2011 e o CD duplo “Bora Viver – De Sol a Sol” em 2012. E dois DVDs: “Gueto do Universo” em 2005 e o “Planta & Raiz 15 Anos” de 2013. EP “Que Brota da Terra”(2000) e nosso último trabalho, o EP “Segue em Frente”(2005). Os músicos que gravaram com o Planta & Raiz nos trabalhos: Lázaro Braga, Osvaldo Andrade, Rick Bonadio, Chorão, Rodrigo Castanho, Fernando Tristão, Markos Will, Marcelo Curumim, Kiko Tupinambá. Músicas desde as que marcaram época até as que estão na cabeça da galera nos dias de hoje são: “Com Certeza”, “Gueto do Universo”, “Te Ver”, “Desde as Estrelas”. 

07) RM: Como vocês definem o estilo da banda dentro da cena reggae?

Planta & Raiz: Franja trouxe o Blues, já o Samambaia veio do Rock. Zeider, Juliano e Fernandinho já escutavam reggae. Nós criamos um estilo próprio de fazer reggae, nossa proposta de reggae é muito simples é feito com amor. Usamos a levada de bateria convencional do one drop. O reggae possui várias vertentes, tem o Ska, o pop reggae, Rockers, DUB e tentamos nos apropriar destas vertentes para o desenvolvimento da música.

08) RM:  A Planta & Raiz já participou do festival de reggae “Sunsplash Festival”, na Baía de Mondego, na Jamaica?

Planta & Raiz: Nunca estivemos na Jamaica, seria um sonho! Focamos o nosso trabalho aqui no Brasil, agora que conseguimos fazer excursões por alguns países (Austrália e Japão) quem sabe podemos vislumbrar uma viagem ao país de origem do reggae.

09) RM: Quem são os autores das canções da banda?

Planta & Raiz: Zeider Pires é o nosso letrista principal desde o início. Mas tem letras no qual todos os integrantes são compositores também.

10) RM: Quais bandas regravaram os seus reggae?

Planta & Raiz: O Natiruts gravou um DVD em homenagem ao reggae nacional onde eles regravaram a “Com Certeza” e com a participação do Zeider em Salvador – BA.

11) RM: Quais as ações empreendedoras que vocês praticaram para desenvolvimento da carreira musical? 

Planta & Raiz: Sempre nos lançamentos das músicas fazemos um trabalho de divulgação em programas de entrevistas. É fundamental ir nas rádios e falar do trabalho que está sendo feito para não cair no ostracismo.

12) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento da carreira musical?

Planta & Raiz: Quando começou a internet as nossas músicas próprias começaram a se propagar pela internet. Tudo era novidade e o fato de poder fazer o download da música foi avassalador. Hoje já está democratizada e os direitos autorais das músicas também.

13) RM: Como vocês analisam o cenário reggae brasileiro? Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?

Planta & Raiz: A história do reggae que todos conhecem parou nos anos 90 início dos 2000 em que éramos parte da galera e uma banda emergente. Quinze anos depois você vê o reggae na música e na mídia brasileira destaque para Onze:20.

14) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso a tecnologia  de gravação (Home Studio)?

Planta & Raiz: Agregar bandas aspirantes fazendo com que tenham uma melhor oportunidade de mostrar o seu trabalho e isto faz com que tenhamos as ideias atualizadas.

15) RM: Quais os músicos já conhecidos do público que vocês têm como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

Planta & Raiz: O Rappa é um exemplo para nós.

16) RM: Quais as situações mais inusitadas aconteceram na carreira musical?

Planta & Raiz: O Festival Tributo ao Bob Marley no Anhembi em São Paulo que reuniu 60 mil pessoas que contou com grandes nomes do reggae em que durante a nossa apresentação estourou uma enorme briga com bombas dispersando as pessoas que estavam entrando, além da invasão que tomou conta do Anhembi.

17) RM: O que deixam vocês mais felizes e mais tristes na carreira musical? 

Planta & Raiz: O que nos deixa mais feliz é ao término dos shows todo mundo satisfeito. E o que nos deixa triste é a falta de condição de trabalho que encontramos nas estradas e temos que se adequar para fazer o melhor show para o publico.

18) RM: Quais os músicos ou/e bandas que vocês recomendam ouvir?

Planta & Raiz: Hoje recomendamos ouvir Criolo, Edi Rock. Do reggae tem vários: Mato Seco, Ivo Mozart

18) RM: Como surgiu o convite para a banda participar do Tributo ao Beatles tocando as músicas deles em reggae?

Planta & Raiz: Foi uma satisfação para nós, sabemos o quanto é difícil uma banda brasileira fazer carreira na América Latina e essa oportunidade veio nos abrir as portas para esse mercado.

19) RM: Vocês acham que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocaram nas rádios?

Planta & Raiz: Sim, começamos o trabalho nas rádios ainda como banda independente e continuamos no mesmo ritmo na época de gravadora. Pelo bom relacionamento colhemos bons frutos, sempre em parceria das rádios tanto que nas rádios em que não toca Planta & Raiz, nem com jabá vai fazer a música entrar na programação.

20) RM: O que vocês dizem para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Planta & Raiz: Tem que estar disposto e lutar realmente com todas as forças.

21) RM: Como vocês analisam a relação que se faz do reggae com o uso da maconha?

Planta & Raiz: Para os criadores do reggae, era através da erva que capturava o espírito do ditador etíope Haile Selassie, cuja crença Rastafari acredita ser ele a reencarnação de Jesus Cristo.

22) RM: Como vocês analisam a relação que se faz do reggae com a religião Rastafari?

Planta & Raiz: Então, essa é a religião Rastafari. Através dos tambores e em comunhão com a erva sagrada (Maconha) dos rastas eles cantam cânticos.

23) RM: Algum de vocês é adepto a religião Rastafari?

Planta & Raiz: Somos todos batizados em Jesus Cristo.

24) RM: Os adeptos a religião Rastafari afirmam que só eles fazem o reggae verdadeiro. Como vocês analisam essa afirmação?

Planta & Raiz: Cada um acredita no que quiser, estamos para celebrar 20 de reggae music feitos com muito amor e dedicação aos nossos fãs.

25) RM: Na sua opinião por que o reggae no Brasil não tem o mesmo prestigio que tem na Europa, nos EUA e no exterior em geral?

Planta & Raiz: O reggae sempre foi tido como um gênero muito underground, mas isto está mudando com o tempo.

26) RM: Quais as atitudes individuais que permitem manter uma banda por longos anos?

Planta & Raiz: Além da motivação, apresentar uma música nova sempre que a inspiração vier.

27) RM: Quais os projetos futuros da banda?

Planta & Raiz:  Gravação de mais um DVD.

28) RM: Quais os seus contatos para show e para os fãs?

Planta & Raiz: (11) 3735 – 0888 | 3733 – 7871 | 99949 – 7158 (Vivo) com KIKO TUPINAMBÁ | [email protected] | www.bandaplantaeraiz.com.br


  •  
  • 17
  •  
  •  
  •  
    17
    Shares
Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Criador e Editor Responsável pela revista Ritmo Melodia desde 2001, músico, letrista e poeta paraibano Antonio Carlos da Fonseca Barbosa, sempre se preocupou em divulgar a música (popular, regional, instrumental e erudita) com entrevistas e artigos sobre os músicos e artistas brasileiros.