Lunna Caiado

Lunna Caiado 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Lunna Caiado a melodia de uma nova voz, capixaba de Cachoeiro de Itapemirim-ES, mas sua alma está incorporada ao Rio de Janeiro desde que aportou na cidade maravilhosa no início do ano 2000, para se lançar como cantora e compositora, depois de ganhar três Festivais de Música no Espírito Santo.

Lunna na sua caminhada conheceu o maestro João de Aquino que a incentivou na produção de suas composições e dirigiu seus shows em casas como Mistura Fina e Hipódromo Up. Um novo mundo se abriu para Lunna que, aos poucos, foi conquistando um novo lugar com a sua voz personalizada em canções da MPB/Pop, ganhando a cidade do Rio de Janeiro e seus Bares, então, rodeada de fãs e amigos. Agora no início de 2019, assinou contrato com a gravadora Warner Chappell Music para a edição e lançamento de suas obras, para assim, alcançar um espaço maior na sua caminhada. “Lunna tem um estilo próprio, que por vezes lembra a mineira Ana Carolina e Isabella Taviani, mas sua voz é mais melódica, suave, com seu jeito de cantar, e por ser excelente compositora, se destaca sendo única”, palavras de João de Aquino, fã incondicional da moça.

Outro que não poupa elogios é o cantor e compositor Moraes Moreira, que surgiu na época em que o Brasil buscava outro conceito da música popular brasileira, fazendo sucesso por onde passava,  junto com outros cantores, formou-se o estilo musical “Novos Baianos”, o jeito baiano de conquistar o Brasil. Moraes é novo parceiro musical da Lunna Caiado, que além de guruzão, entremeia de conselhos os caminhos traçados por ela.  “Lunna tem um talento nato para compor e uma suave presença de palco” diz o baiano.

Com um repertório cheio de bossa, ancorado em versões do pop nacional e composições próprias, Lunna tem o frescor da nova safra de cantoras que despontam no cenário da MPB. “Adoro os sambistas da velha guarda, apesar do meu estilo ser mais contemporâneo. Tento mesclar um pouco de tudo o que gosto em meus shows, eu lembro que Cazuza quando iniciou a carreira solo, disse que tinha necessidade de cantar o que gostava, o que lhe dava prazer e de declamar sua própria poesia. Faço das palavras dele às minhas também”, diz a cantora.

Entre outros parceiros e admiradores de seu extenso trabalho, estão: Durval Ferreira, Nico Rezende, Nonato Buzar, Cecelo Frony, Carlos Colla, Tibério Gaspar, João Bosco, Glória Perez (autora de novelas), Manoel Carlos (autor de novelas), Edmundo Souto, Altay Veloso, Ricardo Leão, Max Vianna, Rosanah Fiengo (sucesso com as músicas: “O amor e o Poder”; “Como uma Deusa”), Rosemary, George Israel (Kid Abelha), Mariozinho Rocha, Mú Chebabi, Jorge Cardoso, Mú Carvalho (A cor do som), Ricardo Feghalli (Roupa Nova).

Segue em anexo a entrevista exclusiva com Lunna Caiado para a www.ritmomelodia.mus.br, entrevistada por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 12.07.2019:

01) RM: Qual o seu dia e mês de nascimento e a sua cidade natal?

 Lunna Caiado: Nasci no dia12 de Julho em Cachoeiro de Itapemirim – ES.

02) RM: Fale do seu primeiro contato com a música?

Lunna Caiado: O meu contato com a música é desde pequena, estudei piano e violão e a vontade de cantar é desde pequena.

03) RM: Qual a sua formação musical e\ou acadêmica fora da área musical?

Lunna Caiado: Estudei piano por 9 anos, 3 anos de violão, 3 anos de teclado, aula de canto já faço desde quando cursei Jornalismo. Formei-me em Jornalismo na Gama Filho com prática em Propaganda.

04) RM: Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

Lunna Caiado: A minha influência musical veio da Rita Lee, Djavan, Ivan Lins e artistas internacionais, gosto da Tina Turner.

05) RM: Quando, como e onde você começou a sua carreira profissional?

Lunna Caiado: Comecei cantando na Igreja Nossa Senhora da Paz em Ipanema – Rio de Janeiro em 2000, em seguida, comecei a cantar em Bares no formato Voz e Violão, até começar com banda em Teatros e Casas de Shows à partir de 2004. Em 2008 dei uma parada de 2 anos para continuar a estudar canto e piano, retornando com banda em Casas Noturnas em 2010 e continuo com o meu trabalho até hoje.

06) RM: Quantos CDs lançados?

Lunna Caiado: São dois CDs Lançados: O primeiro CD – “Gema Carioca” em 2012. Um disco de MPB/Pop em homenagem ao Rio de Janeiro e ao compositor Tibério Gaspar (autor da música Sá Marina) que me ajudou a fazer o CD, produzido por Lúcio Mariano e Guilherme Pereira. As músicas de minha autoria “Voa Gaivota”, “A Primeira Vez”, são as preferidas do público. O segundo CD – “Festejar” em 2017. MPB/Pop produzido por Ricardo Leão, Pedro Mamede, Max Viana e Jorge Cardoso. As músicas de preferência do público, são “Festejar” de minha autoria e “A minha Vida é Colorida” do Macau (autor de “Olhos Coloridos”).

07) RM: Como você define seu estilo musical?

Lunna Caiado: MPB/POP.

08) RM: Você estudou técnica vocal?

Lunna Caiado: Sim, estudo desde o ano de 2000.

09) RM: Qual a importância do estudo de técnica vocal e cuidado com a voz?

Lunna Caiado: É tudo que o profissional da voz precisa para fazer sua apresentação. Os cuidados com a voz tem que ter para evitar a rouquidão.

10) RM: Quais as cantoras(es) que você admira?

Lunna Caiado: Rita Lee, Marisa Monte, Roberto Carlos, Jorge Vercillo, Djavan, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Tom Jobim e Vinicius de Moraes.

11) RM: Como é o seu processo de compor?

Lunna Caiado: Faço a letra e depois a melodia.

12) RM: Quais são seus principais parceiros de composição? 

Lunna Caiado: Carlos Colla, Tibério Gaspar, Moraes Moreira e Paulo Da Ghama (um dos fundadores e compositor da banda Cidade Negra).

13) RM : Quem já gravou as suas músicas?

Lunna Caiado: No estúdio por enquanto ninguém, apenas cantam em show.

14) RM: Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

Lunna Caiado: Precisa de Patrocinadores ou a pessoa deve arcar com todos os custos, a não ser quando se é contratada por uma Gravadora ficando mais fácil para desenvolver.

15) RM: Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

Lunna Caiado: Projetos, uma boa equipe de trabalho, Empresário Artístico e Assessoria de Imprensa para planejar e executar bons shows.

16) RM: Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira?

Lunna Caiado: Assessoria de Imprensa, investimento financeiro e mídia.

17) RM: O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira?

Lunna Caiado: A internet me ajuda a divulgar o meu nome e o meu trabalho, mas ao mesmo tempo, dependendo do que colocar como propaganda, pode afastar as pessoas para irem ao show.

18) RM: Quais as vantagens e desvantagens do acesso a tecnologia  de gravação (home estúdio)?

Lunna Caiado: O Home Estúdio conta com a facilidade para enviar o material pronto em pouco tempo, mas dependendo do equipamento, pode prejudicar o material.

19) RM: No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Lunna Caiado: Para diferenciar, precisa de um material de qualidade, incluindo a música e clipe para divulgar nas Plataformas Digitais e canais de vídeos.

20) RM: Como você analisa o cenário musical brasileiro. Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?

Lunna Caiado: O Cenário Musical tem mudado muito. A meu ver, Elis Regina ganha de todas as revelações, mas tem também Roberta Sá, Paulinho Moska, Jorge Versilo, Simoninha que se lançaram e continuam com suas obras consistentes, mas tem artistas que não lançam músicas atuais no mercado como Ivan Lins, Sandra de Sá, Chico Buarque, Gilberto Gil e outros, eles fazem show, mas não vejo músicas novas, assim como ainda em outros cantores.

21) RM: Quais os músicos já conhecidos do público que você tem como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

Lunna Caiado: Djavan, Caetano Veloso e Roberto Carlos.

22) RM : Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical?

Lunna Caiado: Cantar e não receber já aconteceu, cantadas, show em ambiente esquisito já aconteceu. Falta de condição técnica para show também já teve. São inusitados mesmo!

23) RM: O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

Lunna Caiado: O que me deixa feliz, é estar no palco e o que me deixa mais triste é a falta de público que ás vezes acontece.

24) RM: Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

Lunna Caiado: Sim!

25) RM: O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Lunna Caiado: Trabalho e acreditar em si mesmo!

26) RM: Quais os prós e contras do Festival de Música?

Lunna Caiado: Bom para experiência de palco, apresentar suas obras e Premiação. Dependendo do Júri que compõe a mesa, pode ficar ruim ou bom para o participante.

27) RM: Na sua opinião, hoje os Festivais de Música revela novos talentos?

Lunna Caiado: Já ganhei três Festivais de Músicas em cidades do interior do Espírito Santo e foi muito nos anos 90, mas hoje não vejo vantagem em participar, porque não vejo revelar novos talentos.

28) RM: Como você analisa a cobertura feita pela grande mídia da cena musical brasileira?

Lunna Caiado: A boa mídia é tudo para o artista, principalmente quando é Nacional.

29) RM: Qual a sua opinião sobre o espaço aberto pelo SESC, SESI e Itaú Cultural para cena musical?

Lunna Caiado: É muito importante para o reconhecimento do artista.

30) RM: O circuito de Bar da cidade que você é uma boa opção de trabalho para os músicos?

Lunna Caiado: Sim, claro para mostrar seu trabalho e ser reconhecido.

31) RM: Qual sua relação pessoal e profissional com Moraes Moreira?

Lunna Caiado: Eu e Moraes Moreira fomos vizinhos por muitos anos e quase todo final de semana, íamos à padaria tomar café ou mesmo, jantar fora e se reunir com outros músicos e também foi onde conheci o cantor e compositor João Bosco. Fiz umas músicas com Moraes Moreira, mas que acabamos não registrando na Editora, mas ele me apresentou alguns músicos.

32) RM: Qual sua relação pessoal e profissional com Mu Carvalho?

Lunna Caiado: Conheci o Mu Carvalho, através do WhatsApp, que nos colocaram no mesmo grupo, então resolvi mandar uma mensagem para ele e me retornou logo em seguida, daí vimos que temos alguns amigos em comum, depois fiz participação no seu show. Hoje em dia somos bons amigos de nos falar sempre.

33) RM: Qual sua relação pessoal e profissional com Durval Ferreira?

Lunna Caiado: Conheci Durval Ferreira através do compositor Nonato Buzar, depois fizemos uma boa amizade, que me levou a conhecer outros artistas, estúdios e Casas de Shows, abrindo as portas pra mim. Foi ótimo fazer parte do grupo de amizade dele, foi onde aprendi muitas técnicas vocais, de estúdio e de composição.

34) RM: Qual a sua relação pessoal e profissional com Paulo Da Ghama?

Lunna Caiado: Paula Da Ghama é meu parceiro em algumas músicas e shows. Criamos o Show: “MPB, REGGAE E POESIA!” em que além de cantarmos nossas músicas em parceria, chamamos convidados para cantar e poetas para recitar suas obras.

35) RM: Qual a sua relação pessoal e profissional com Lanna Rodrigues?

Lunna Caiado: Conheci a Lanna Rodrigues em um show, onde fui convidada a fazer uma participação especial e nesse mesmo show, Lanna também foi convidada a participar, depois firmamos uma amizade. Montamos um grupo de show chamado L Trio, por termos quase as mesmas letras no nome e convidamos Lenna Pablo.

36) RM: Qual a sua relação pessoal e profissional com Lenna Pablo?

Lunna Caiado: Assim como a Lanna Rodrigues, conheci Lenna Pablo também através de participação de show de um amigo em comum, então, formei o grupo musical chamado L Trio, por termos quase as mesmas letras no nome e tendo a letra L como inicio do nome. Tocamos os instrumentos e cantamos.

37) RM: Quais os seus projetos futuros?

Lunna Caiado: Colocar algumas músicas em rádios e novelas e ser reconhecida pelo grande público!

38) RM: Quais seus contatos para show e para os fãs?

Lunna Caiado: www.lunnacaiado.com.br | Facebook: Lunna Caiado, Lunna Caiado II ou Lunna CAIADO ou Fã Page Lunna Caiado | Intagram: Lunna Caiado Oficial | Twitter: Lunna Caiado | Google +: Lunna Caiado |[email protected] | [email protected]


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Antonio Carlos Da Fonseca Barbosa

Criador e Editor Responsável pela revista Ritmo Melodia desde 2001, músico, letrista e poeta paraibano Antonio Carlos da Fonseca Barbosa, sempre se preocupou em divulgar a música (popular, regional, instrumental e erudita) com entrevistas e artigos sobre os músicos e artistas brasileiros.