Tony Dumond

O cantor, compositor e ativista cultural paraibano Tony Dumond atua desde a década de 90 na cidade de Campina Grande-PB, começou a sua carreira artística cantando nos Bares com fortes influências da MPB e passagem pelas raízes tradicionais do forró e da música popular romântica.

Já dividiu palco e algumas produções com vários artistas renomados no cenário nacional, tais como: Nando Cordel, Zé Ramalho, Chico César, Elba Ramalho, Marinês, Flávio José, Geraldo Azevedo, Oswaldo Montenegro, Daniel Gonzaga, Lucy Alves, entre outros.

Já com 20 anos de carreira e oito CDs e um DVD. Une versos (1998) com participação de Dominguinhos e Daniel Gonzaga; Tony Dumond Romântico (2000); Zabumbada (2003) com participação de Robertinho de Recife e Genaro; Tony Dumond no Pé da Serra 1 (2007); Tony Dumond no Pé da Serra 2 (2008); Tony Dumond ao vivo (2009); Tony Dumond (2012); Tony Dumond “Bora curtir e ser feliz” (2013).

Ele define-se como uma artista da MPB e dono de uma maneira bastante peculiar de interpretar músicas de vários gêneros e estilos musicais. Mercadologicamente posiciona-se em um ponto alternativo com fortes tendências regionais e românticas.

Segue abaixo entrevista exclusiva com Tony Dummond, entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa para a em 02.10.2017:

01) Ritmo Melodia : Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?

Tony Dumond: Eu nasci no dia 22.04.1964 em Serra Grande-PB

02) RM : Fale do seu primeiro contato com a música.

Tony Dumond: Aos 10 anos de idade, numa reunião de família, que tem vários músicos.

03) RM : Qual a sua formação musical e formação acadêmica fora da área musical?

Tony Dumond: Minha formação vem da noite, onde trabalhei 15 anos, cantando a música popular brasileira.

04) RM : Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

Tony Dumond: Sempre foram as melhores: Alceu Valença, Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Ney Matogrosso, Djavan e muitos outros.

05) RM : Quando, como e onde você começou a sua carreira musical?

Tony Dumond: No interior da Paraíba, aos 15 anos de idade, nos programas de calouros e festivais.

06) RM : Quantos CDs lançados (quais os músicos que participaram nas gravações)? Qual o perfil musical de cada CD? E quais as músicas que se destacaram?

Tony Dumond: São oito CDs e um DVD. Músicos nacionalmente conhecidos que participaram nas gravações: Dominguinhos, Robertinho do Recife, Genaro, Gabimar Cavalcanti, Daniel Gonzaga. E os melhores músicos da Paraíba que participaram na gravação: Jorge Ribas (Produziu e fez os arranjos do meu primeiro disco – “Une Versos”); Xisto Medeiros, Ferreti, Lailton Mello, Ranniery Gomes, Edgley Miguel, Beto Piller, Sandrinho Dupan, Geovane Leão, Moisés Freire (Produziu e arranjou meu sétimo disco), Pulinho Pelee (Produziu e arranjou terceiro disco). São discos que traz meu conhecimento em MPB, Forró e música autoral. As músicas que eu gravei e tocaram muito: “Mural”, “Alegria de pé de serra”, “Vênus”, “Serenin” e “Amor e paixão”.

 Une versos (1998) com participação de Dominguinhos e Daniel Gonzaga

Tony Dumond Romântico (2000)

Zabumbada (2003) com participação de Robertinho de Recife e Genaro

Tony Dumond no Pé da Serra 1 (2007)

Tony Dumond no Pé da Serra 2 (2008)

Tony Dumond ao vivo (2009)

Tony Dumond (2012)

Tony Dumond “Bora curtir e ser feliz” (2013)

 07) RM : Como é o seu processo de compor canção?

Tony Dumond: É por época, tem que pintar a inspiração.

08) RM : Quais são seus principais parceiros musicais em composição?

Tony Dumond: Roberta Silvana, Nino e a maioria fiz sozinho.

09) RM : Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

Tony Dumond: O bom, é que tem todo o tempo pra fazer quando e como quiser. O difícil é fazer tudo sozinho: Produzir, divulgar, vender.

10) RM : No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Tony Dumond: Muito trabalho e criatividade.

11) RM : Quais as vantagens e desvantagens do acesso a tecnologia  de gravação (home estúdio)?

Tony Dumond: A desvantagem é que o processo fica menos humano e o que nos ajuda são os recursos da tecnologia.

12) RM : O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira?

Tony Dumond: É uma maravilha em todos os aspectos. Gosto muito.

13) RM : Quais as ações empreendedoras que você pratica para desenvolver a sua carreira?

Tony Dumond: Manter uma boa rede de contatos, articulação com os veículos de comunicação e ativistas culturais.

14) RM : Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

Tony Dumond: Procuro sempre produzir todo meu material com muito carinho e responsabilidade.

15) RM : Como você analisa o cenário musical brasileiro. Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?

Tony Dumond: Tá muito complicado, às vezes desestimulante. Não teve muita coisa, mas,… Maria Gadú, Ana Carolina, Amerio, Felipe CatoElba Ramalho, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Maria Bethânia, para mim, sempre se mantiveram no topo.

16) RM : Qual ou quais os músicos já conhecidos do público que você tem como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

Tony Dumond: Ney Matogrosso, Marisa Monte, Ivete Sangalo.

17) RM : Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical (falta de condição técnica para o show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber, ser cantado e etc)?

Tony Dumond: Muito improviso para montar os primeiros shows, já bati boca com uma pessoa inconveniente na plateia, esqueci letra e já conheci muita gente interessante através da música, até casamento (risos).

18) RM : O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

Tony Dumond: Mais feliz, é ampliar cada vez mais o conhecimento, as amizades, viagens. O triste, é que cada vez mais as pessoas estão egoístas, maldosas.

19) RM : Nos apresente a cena musical da cidade que você mora?

Tony Dumond: É bem diversificada: samba, rock, forró, Axé music.

20) RM : Quais os músicos e bandas locais que você recomenda ouvir?

Tony Dumond: Kátia Virgínia, Regina Sampaio e Jonas, Janine Lima, Banda Albatroz, Júnior Menezes, Val Donato.

21) RM : Quais os fatores que faltam para uma cidade universitária e de forte comércio como Campina Grande, ter um mercado melhor para a profissão de músico?

Tony Dumond: Mais espaço pra divulgação e trabalho. Mais projetos.

22) RM : Campina Grande que realiza o Maior São João do Mundo gera de fato um mercado profissional para os músicos locais?

Tony Dumond: Há mais de 20 anos participo desse evento. Favorece muito.

23) RM : O que falta para o Festival de Inverno ter o mesmo destaque que o Maior São João do Mundo?

Tony Dumond: Mais investimento.

24) RM : Campina Grande que faz o Maior São João Mundo, tem espaços para dançar forró fora do mesmo de junho?

Tony Dumond: Temos poucas opções ou não.

25) RM : Quais os outros gêneros musicais que é forte em Campina Grande?

Tony Dumond: O que predomina mesmo é o forró em todas as linhas de estilos.

26) RM : Quais os principais espaço de música ao vivo em Campina Grande?

Tony Dumond: Picanha 200, Bar do cuscuz, Restaurante Campina Grill.

27) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com João Gonçalves?

Tony Dumond: Meu amigo. E sou fã do seu trabalho autêntico e cheio de histórias.

28) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Amazan?

Tony Dumond: Começamos juntos. É um grande artista.

29) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional Júnior Cordeiro?

Tony Dumond: Gosto muito do trabalho dele como compositor e performance.

30) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Gabmar Cavalcanti e Kátia Virginia?

Tony Dumond: Sou muito fã e amigo dos dois. Grandes talentos como artistas e grandes seres humanos. Bom exemplo para nós.

31) RM : Fale da sua relação pessoal e profissional com Tann?

Tony Dumond: É meu irmão, amigo, parceiro. Um grande talento e dono de uma bela voz, carisma e muita luz. Sou fã.

32) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Jorge Ribbas?

Tony Dumond: Meu amigo de muitos anos, um cara que me incentivou bastante e se dedicou para produzir e fazer os arranjos do meu primeiro disco. Além de tudo, um cantor, um instrumentista dedicado. Pra mim é um mestre.

33) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Capilé?

Tony Dumond: É amigo, um artista muito carismático, me influenciou bastante e cheguei a trabalhar na sua equipe. Também sou muito fã.

34) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Pepysho Neto?

Tony Dumond: Amigo querido de muitos anos, desde o início de tudo. Trabalhamos juntos em vários projetos e foi a porta de entrada para eu ir cantar na noite. É um grande instrumentista, cantor e compositor.

35) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Fábio Dantas?

Tony Dumond: Um amigo, um ser humano maravilhoso e um grande pianista.

36) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Fidélia Cassandra?

Tony Dumond: Adoro. Minha amiga, começamos juntos nos festivais da FACMA. Grande compositora e cantora.

37) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Sócrates Gonçalves?

Tony Dumond: Meu amigo. Eu sou fã do seu swing. Canta lindo e compõe com muita beleza.

38) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Lucy Alves?

Tony Dumond: Sou fã desde o início, grande artista e instrumentista e já dividimos o palco. Um orgulho pra Paraíba.

39) RM : Qual a sua relação pessoal e profissional com Nino?

Tony Dumond: Meu amigo. Grande compositor, criativo, sacador. E um cara muito humilde.

40) RM : Você acredita que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

 Tony Dumond: Até hoje, sim.

41) RM : O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Tony Dumond: Estude, se dedique e faça com amor.

42) RM : Você estudou técnica vocal?

Tony Dumond: Um pouco.

43) RM : Qual a importância do estudo de técnica vocal para a saúde vocal?

Tony Dumond: É tudo: no uso da voz.

44) RM : Quais os prós e contras de ter uma carreira profissional paralela a carreira musical?

Tony Dumond: Tem que se mexer pra conseguir dá conta. O legal é que deixa mais independente financeiramente.

45) RM : Quais os projetos futuros?

Tony Dumond: Entrego a Deus e aos deuses da arte.

46) RM : Quais os seus contatos para show e para seus fãs?

Tony Dumond: tonydumond@gmail.com | tonydumond2@hotmail.com |  (83) 3321-5037 | (83) 9.9905 – 9525 (WhatsApp) | 9.8830 – 2462

O que achou? Comente aqui!