Banda Vibração Sol

A banda Vibração Sol foi fundada em 2000 no ABC Paulista (Santo André; São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul) tem o REGGAE como a sua principal vertente musical e com um estilo autêntico transmite sempre Paz, Amor, devoção a Deus, realidade Social, enfatizando a preservação da Natureza e do Meio ambiente em que vivemos. O Surfe também é digno de inspiração para as melodias da banda.

Logo nos primeiros anos, a banda já mostrava potencial, e desde então dividi, e já dividiu o palco com nomes como, Planta & Raiz, Adão Negro, Maskavo, Mato Seco, SemsimillaDub, Nação Regueira, Peixe Elétrico, Filosofia Reggae, Filosofia Original, entre outras…

Com um CD – “Sinta as Ondas” com 11 músicas, lançado em 2005, e um DVD gravado ao vivo Vibração Sol 10 Anos em 2010 com 22 músicas e  no segundo semestre de 2015 a banda lançou um novo single, “Nascer De Um Novo Dia”, junto com o primeiro vídeo clipe, música que está na programação do Programa Encontro Das Tribos, da rádio 105.1FM, e também no Conexão Brasil da rádio 98,9FM Brasil Atual, além de algumas grandes rádios online do gênero como, Rádio Reggae BR, Som Jah, Planeta Reggae,  etc.

No verão de 2016 a banda lançou o novo vídeo clipe da música “Por Onde For, Reggae a Paz”, que leva o nome do novo EP com cinco músicas, lançado em Abril de 2016, com as músicas: “Nascer de um novo dia”, “Brasil”, “É o Que É”, “Vou mergulhar” e “Por Onde For Reggae a Paz”.

A banda é formada atualmente por: Tatu (Vocal), LoBêKa (Teclados e Voz),

Rubão (Bateria e Voz), Renan (Baixo), Caio Blunts (Percussão), Paulo PH (Guitarra),   Cintia Negah (Voz).

Segue abaixo entrevista exclusiva com Vibração Sol para a www.ritmomelodia.mus.br , entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 01.09.2017:

01) Ritmo Melodia : Qual a data de nascimento e cidade natal dos fundadores da banda Vibração Sol?

Vibração Sol : Everton Tadeu Domiciano Rodrigues (Tatu) nascido em Santo André – SP no dia 10/11/1981, desde então residiu em Mauá-SP.

Caio V. Fregnan (Blunts) nascido em Mauá – SP no dia 06/11/81.

Vitor H. Fregnan (Lobeka) nascido em São Paulo – SP no dia 03/01/86, desde então residi em Mauá – SP.

02) RM : Conte como foi o primeiro contato com a música dos membros da banda?

Vibração Sol : Tatu, meu primeiro contato com a música foi na comunidade da Vila Vitória aos nove anos de idade ao entrar na Orquestra Mirim de Violeiros de Mauá – SP.

Lobeka, quando criança meu primeiro contato foi com aulas de Piano por algum tempo no bairro onde morava.

Caio Blunts, meu primeiro contato com a música foi no ensino fundamental, na 1º série em um projeto de coral infantil.

Rubão, meu primeiro contato com a música foi aos cinco anos de idade, meu vizinho tinha um regional de Chorinho e eu assistia os ensaios e tocando bateria foi aos 18 anos de idade, tocando “Beatles”.

Renan Brutos, aos 14 anos de idade comecei a brincar na guitarra de um primo e aos 15 ganhei minha primeira guitarra.

Cintia Negah, aos 12 anos de idade na escola, em uma apresentação de um trabalho aonde falávamos sobre a Bomba de Hiroshima e surgiu a ideia de cantar a música que Ney Matogrosso gravou “Rosa de Hiroshima”, depois participei de alguns festivais de Talento também na escola.

Paulo PH, aos 11 anos de idade vendo a banda do meu irmão tocar, e logo entrei para a banda.

03) RM : Qual a formação musical e acadêmica fora música dos membros da banda?

Vibração Sol : Tatu, aulas de violão e guitarra, formado em Licenciatura Plena e Bacharelado em Educação Física.

Lobêka – Aulas de Teclado e formado em Engenharia Civil.

Caio – Aulas de bateria e formado em Turismo.

Rubão – Aulas de bateria e 2º grau completo.

Renan – Aulas de baixo e formado em Sistemas de Informação.

Cintia Negah, fui integrante do Coral do SESI Mauá durante quatro anos, estudei dois anos e meio de Canto Erudito e há seis anos estudo Canto Popular. Sou formada em Educação Física e atualmente faço tecnólogo em Gestão Imobiliária.

Paulo PH, tive aulas de guitarra e sou formado em Logística e pós-graduado em Engenharia da Qualidade.

04) RM : Quais as influências musicais no passado e no presente dos membros da banda? Quais deixaram de ter importância?

Vibração Sol : Basicamente todos os integrantes têm como primeira influência o rock em todas as suas vertentes. E hoje em dia além do rock em geral, muito reggae music em todas as suas vertentes, e mais soul, jazz, funk americano, etc.

05) RM : Quando, como e onde vocês começaram a banda?

Vibração Sol : A banda começou na primavera de 2000 com um grupo de amigos vizinhos. Com a pretensão de fazer um som, nesses “ensaios” o reggae já começou a aparecer com força. E logo se formou a banda Sol Nascente – Reggae Metal Surf Core, mudando mais para frente o nome para Vibração Sol, por motivos e empecilhos  de registro da marca.

06) RM : Quantos discos lançados e quais os anos de lançamento (quais os músicos que participaram das gravações)? Qual o perfil musical de cada álbum? E quais as músicas que você acha que caíram no gosto do seu público?

Vibração Sol : CD – “Sintas as Ondas” gravado em 2004 e lançado em 2005, um reggae com fortes vertentes do rock, com pitadas de Surf music. Gravado por Everton Rodrigues TATU no vocal e guitarra base, Juliano Pavarini na guitarra solo, Luciano Pavarini no Baixo, Caio Fregnan na Bateria, Vitor Fregnan nos Teclados e Marco Aurélio Macumba na percussão no estúdio Fanfarras em São Bernardo do Campo.

O DVD – “Vibração Sol 10 anos de música reggae” de 2010 gravado no teatro municipal de Mauá – SP mostrou um trabalho de resgate das músicas antigas e músicas inéditas já no groove mais cadenciado, com pitadas do Funk americano, Ska e mais influenciado pela vertente roots reggae. Gravado por Everton Rodrigues TATU no vocal e guitarra base, Vitor Fregnan LOBEKA nos teclados e Voz, Rubens Santos Rubão na bateria, Jhon Sales no Baixo, Jonatan Ricarte NENÊ na guitarra solo, Marco Aurélio Macumba na percussão, Asaph no trompete e Glaucio no trombone teve participação especial de ex integrantes em 2 faixas e as participações de Bié Meduri na gaita na música “Segure o Drop”, e de Bruno Teixeira Nobru C.Z. vocal da banda Coligação Z.E.M na música “Brasil”.

O EP – “Por onde for reggae a paz” gravado em 2015 e lançado no início do ano de 2016 traz uma música com maior qualidade de produção e balanço onde vertentes como rockstead, o ska, dentre outras vertentes são presentes. Gravado por Everton Rodrigues Tatu no vocal, Vitor Fregnan Lobêka nos teclados e voz, Caio Fregnan na Percussão, Rubão Santos na bateria, Renan Freitas Brutus no Baixo, Renan Beltrame na guitarra, Jonathan Ricarte Nenê na guitarra, Marco Crepaldi no Sax, Ricardo Coelho no Trombone e Ricardo Giannoti no Trompete, com as participações especiais de Bruno Teixeira Nobru C.Z. do Coligação Z.E.M. na música “Brasil” e Nato Marolado (Maskavo) nas congas na música “Brasil” e “É o que é”. Gravado, mixado e masterizado no Estúdio PUB em Santo André.

07) RM : Como vocês definem o estilo da banda dentro da cena reggae?

Vibração Sol : Roots Rock reggae em que há liberdade para experimentação de diferentes vertentes da música.

08) RM :  Vibração Sol já participou do festival de reggae “Sunsplash Festival”, na Baía de Mondego, na Jamaica?

Vibração Sol : Não houve o contato direto ou interesse ou procura pela produção do evento.

09) RM : Everton Tatu como você se define como cantor/intérprete?

Vibração Sol : Esforçado, a tentar cantar da melhor maneira as música escolhidas, porém somos uma banda em que o som autoral expressa forte nossa verdadeira música.

10) RM : Você estudou ou estuda técnica vocal?

Vibração Sol : Everton Tatu: Nunca estudei teoria. Tento através de conversas e experiências passadas introduzir melhores técnicas práticas e cuidar da melhor maneira da voz.

11) RM : Qual a importância do estudo da técnica vocal para o cantor?

Vibração Sol : Everton Tatu: Muito importante para evolução do cantor e manutenção de sua voz.

12) RM : Quais os cantores e cantoras que vocês admiram?

Vibração Sol : Bob Marley, Alpha Blondy, Steel Pulse, Jimmy Cliff, Ras Bernardo, Toni Garrido, Zé Orlando, Sine Calmon, Edson Gomes, Alexandre Carlo do Natiruts e muitos outros.

13) RM : Quem são os autores das canções da banda?

Vibração Sol : Everton Tatu, Vitor Fregnan Lobêca e Juliano Pavarini.

14) RM : Quais as ações empreendedoras que vocês sempre praticam para desenvolvimento da carreira musical?

Vibração Sol : Nós temos que ser de tudo um pouco, músico, empresário, contador, web designer, roadie, técnico de som, enfim, nós procuramos sempre dividir as funções e responsabilidades. Estabelecemos sempre metas e objetivos que cada integrante se compromete a cumprir. Investimos em comunicação, marketing e mídias digitais, entre outras ações em que a banda se empenha para desenvolver a carreira.

15) RM : O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento da carreira musical?

Vibração Sol : Ajuda muito na divulgação e no alcance de novos ouvintes, porém deixa o mercado muito mais competitivo.

 16) RM : Como vocês analisam o cenário reggae brasileiro? Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?

Vibração Sol O cenário está bom, porém com poucos empreendedores, as bandas que mais cresceram foram as bandas Natiruts, Tribo de Jah, Planta & Raiz, Ponto de Equilíbrio, Mato Seco e atualmente a banda Maneva, dentre outras, acho que os grandes nomes dos anos 90 estão pouco divulgados.

17) RM : Quais as vantagens e desvantagens do acesso à tecnologia  de gravação (Home Studio)?

Vibração Sol : As vantagens: é muito fácil e prático gravar em casa. Desvantagem: Precisa ter um conhecimento técnico mínimo e equipamentos razoáveis para produzir um material de qualidade.

18) RM : No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que vocês fazem efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Vibração Sol : Nós investimos em plataformas digitais, marketing digital, streaming, etc.

19) RM : Qual ou quais os músicos já conhecidos do público que vocês têm como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

Vibração Sol : Groundation, O Rappa, Planta & Raiz, Natiruts, Maneva, dentre outros.

20) RM : Quais as situações mais inusitadas aconteceram na carreira musical (falta de condição técnica para o show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosco, cantar e não receber, ser cantado e etc)?

Vibração Sol : Todas essas citadas acima já aconteceram, mas apanhar do próprio contratante ao irmos cobrar o cachê foi a pior situação e inusitada.

21) RM : O que deixam vocês mais felizes e mais tristes na carreira musical?

Vibração Sol : O que nos deixa mais felizes é ver o reconhecimento do público e cantando nossa música. O que nos deixa mais tristes é a desvalorização do músico no cenário atual.

22) RM : Apresente a cena reggae na cidade que vocês moram?

Vibração Sol : A região do ABC (Santo André; São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul) tem alguns poucos lugares que dão espaço para o reggae music.

23) RM : Quais os músicos ou/e bandas que vocês recomendam ouvir?

Vibração Sol : Groundation, Bob Marley, Sine Calmon, Edson Gomes, Cidade Negra, Steel Pulse, Israel Vibration, Alpha Blondy, entre outros…

24) RM : Vocês acham que sem o pagamento do jabá as suas músicas tocarão nas rádios?

Vibração Sol : Até hoje não! Houve em algumas situações por troca de shows, porém em rádios online são tocadas sem jabá.

25) RM : O que vocês dizem para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Vibração Sol : Vá em frente, estude e trabalhe muito, é difícil, mas não impossível.

26) RM : Como vocês analisam a relação que se faz do reggae com o uso da maconha?

Vibração Sol : Como preconceituosa. Falta informação.

27) RM : Como vocês analisam a relação que se faz do reggae com a religião Rastafari?

Vibração Sol : Naturalmente.

28) RM : Algum de vocês é adepto a religião Rastafari?

Vibração Sol : Não somos adepto aos rituais tradicionais ou específicos, porém nos identificamos com a filosofia.

29) RM : Os adeptos a religião Rastafari afirmam que só eles fazem o reggae verdadeiro. Como vocês analisam essa afirmação?

Vibração Sol : Desconhecemos essa afirmação.

30) RM : Na sua opinião porque o reggae no Brasil não tem o mesmo prestígio que tem na Europa, nos EUA e no exterior em geral?

Vibração Sol : No Brasil há pouco investimento na cena reggae, existem grandes eventos sim, mas falta muito para colocar o reggae onde ele merece, falta um pouco de união entre as bandas também, isso também dificulta. E também, nós como uma jovem nação, devemos sim aprender com os mais velhos. A Europa tem outra experiência de vida. Oferecem uma oportunidade muito mais justa para todos e independente do estilo ou preferência. Podemos aprender com eles e quebrar menos a cara.

31) RM : Quais as atitudes individuais que permitem manter uma banda por longos anos?

Vibração Sol : Respeito, sinceridade, comprometimento, amor à música e aos integrantes. É literalmente como uma família.

32) RM : Quais os projetos futuros da banda?

Vibração Sol : Já estamos trabalhando novas músicas que logo serão lançadas, em setembro deste ano faremos o lançamento de um novo single intitulado “A Positiva Vibração” participação de Zé Orlando (Pedra Rara e ex vocal da Tribo de Jah), junto com vídeo clipe oficial de imagens gravadas do show do 1º Dia Municipal do Reggae SP, e do show do Encontro das Tribos em Mauá, ambos em junho em 2017.

Logo na sequência lançaremos a música “Original Reggae Feeling” participação Strings (ex Black Uhuru e The Cuture – Jamaica), em parceria com a Revista Reggae Brasil (Ras Portuga) da edição “Conexão Brasil x Jamaica”, em que vários artistas brasileiros lançarão singles inéditos com participação de artistas jamaicanos. Esses dois singles abrem a sequência de outros que serão lançados no decorrer de 2017 e 2018. E, são é claro, novos horizontes com shows.

33) RM : Quais os seus contatos para show e para os fãs?

Vibração Sol : (11) 98293 – 7171 (Vitor Lobeka) |(11) 98637 – 3149 (Everton Tatu)

 | oficial.vibracaosol@gmail.com | www.facebook.com/vibracaosol | Youtube: Vibração Sol | Instagram: @vibracaosoloficial | Plataformas digitais: Spotify, Deezer, ITunes, Google Play 

O que achou? Comente aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*