Daniella Alcarpe

A cantora e compositora paulistana Daniella Alcarpe traz no seu canto muita beleza e muita responsabilidade com os compositores que escolheu cantar e com seus ouvintes.

O amor pela música chegou cedo e foi semeando o caminho da cantora. Primeiro, as aulas de canto lírico com Jeller Filipe, depois a graduação em música pela Faculdade de Artes Alcântara Machado e a pós-graduação em Canção Popular na Faculdade Santa Marcelina.

Ao mesmo tempo, se apresentava em bares, casas de espetáculos, Sescs e teatros em São Paulo. E foi além de São Paulo, a inúmeros festivais por este Brasil afora, defendendo canções e recebendo prêmios em festivais como Botucanto, Festival Nacional da Canção e FAMPOP.

Daniella também procurou aprimorar-se, buscando nova linguagem através do teatro, ao estudar interpretação com Jorge Oliva, Estevam Salgueiro e Isabel Setti. Trabalhou como atriz em espetáculos como o Santo Inquérito de Dias Gomes e As Bacantes de Eurípedes. Fez também parte do Grupo de Teatro Transver, dirigido por Jolanda Gentileza.

E, na melhor tradição dos grandes intérpretes da música popular brasileira, levou belas canções para os palcos de Paris e Nova York. Seu trabalho de divulgação continua pela internet, principalmente a ouvintes dos Estados Unidos.

Atualmente, desenvolve um projeto especial com os compositores Miro Dottori e Tiê Alves, e o diretor de teatro Mario Cesar Costaz, reunindo sua experiência como cantora e atriz numa performance em que música e teatro se mesclam para o puro entretenimento dos espectadores.

Seus dois CDs lançados: “Que é que cê Qué?” e “O Tempo Salta”, foi obra de um garimpo carinhoso, resultando num repertório de canções em sua maioria inéditas, provando que nossa música popular está viva e vai muito bem, renascendo todos os dias no coração de novos compositores ou daqueles já admirados pelo público.

Daniella prepara-se agora para lançar o terceiro CD – “Eu e Ela”, com músicas de Joel Damasceno e direção musical de Robertinho de Carvalho. Mais do que um encontro de gerações, este CD trará para o público brasileiro o registro definitivo do trabalho fecundo e constante de um compositor que dedicou sua vida inteira à construção de uma obra que respeita e embeleza nossa música. Idealizado e baseado em carinho e respeito mútuos, este CD é pura beleza na voz de Daniella Alcarpe, pura beleza na música e poesia de Joel Damasceno.

Segue abaixo entrevista exclusiva com Daniella Alcarpe  para a WWW.ritmomelodia.mus.br , entrevistado por Antonio Carlos da Fonseca Barbosa em 03.04.2017:

01) Ritmo Melodia : Qual a sua data de nascimento e a sua cidade natal?

Daniella Alcarpe : Nasci no dia 02 de julho de 1981 em São Paulo – SP .

02) RM : Fale do seu primeiro contato com a música?

Daniella Alcarpe : Desde muito pequena sou apaixonada por música e sempre quis ser cantora. Aos 14 anos de idade comecei estudar canto e não parei mais.

03) RM : Qual a sua formação musical e\ou acadêmica (Teórica)?

Daniella Alcarpe : Estudo canto há 21 anos e me formei em música pela FAAM – FMU em 2004, depois eu fiz uma Pós-graduação em “Canção Popular” pela faculdade Santa Marcelina. Fiz cursos de teatro e me apresentei em algumas peças catando e atuando.

04) RM : Quais as suas influências musicais no passado e no presente. Quais deixaram de ter importância?

Daniella Alcarpe : Minhas influências musicais são muitas, mas Elis Regina, Ney Matogrosso, Isaura Garcia, Rita Lee, Elvis Presley, Janis Joplin, Caetano Veloso, Tom Jobim, Chico Buarque, Carlos Careqa, Kléber Albuquerque, Zé de Riba, Ceumar, Rubi, são nomes que me inspiram.

05) RM : Quando, como e onde você começou sua carreira profissional?

Daniella Alcarpe : Subi no palco pela primeira vez aos 16 anos de idade, depois não parei mais. Em 2009 lancei meu primeiro CD e também participei de diversos Festivais de Música, sendo premiada em alguns deles, como o FENAC, FAMPOP, BOTUCANTO, entre outros.

06) RM : Quantos CDs lançados, quais os anos de lançamento (quais os músicos que participaram nas gravações)? Qual o perfil musical de cada CD? E quais as músicas que estraram no gosto do seu público?

Daniella Alcarpe : São dois CDs lançados e agora estou em fase de lançamento do meu terceiro álbum.

2009 – “Que quecêqué?”– produzido por João Marcondes e com participação de Zé de Riba.

2013 – “O Tempo Salta” – produzido por João Marcondes e com participação de Carlos Careqa

E agora (2017) estou lançando “Eu e Ela” meu novo álbum feito em parceria com o compositor Joel Damasceno – produzido por Robertinho Carvalho, com participação de Dani Cukhier.

07) RM : Como você define o seu estilo musical?

Daniella Alcarpe : Canção popular brasileira.

08) RM : Como é o seu processo de compor?

Daniella Alcarpe : Componho algumas músicas, mas ainda não gravei nada que fiz. Está nos meus planos gravar em breve. Não uso um método especifico para compor. Componho de forma mais intuitiva.

09) RM : Quais são seus principais parceiros musicais?

Daniella Alcarpe : A vida sempre me presenteia com parceiros musicais maravilhosos. São muitos amigos queridos que a música trouxe-me:Lucy Casas, Carlos Careqa, Alexandre Lemos, Zé de Riba, Joel Damasceno, Tiê Alves, e muitos outros nomes.

10) RM : Qual a importância do estudo da técnica vocal e os cuidados com a saúde vocal?

Daniella Alcarpe : Estudar técnica vocal é fundamental para desenvolver as habilidades do canto. Além de proteger a laringe e todo o aparelho fonador de algum desgaste. O estudo do canto proporciona muitos benefícios.

11) RM : Quais os prós e contras de desenvolver uma carreira musical de forma independente?

Daniella Alcarpe : Acredito que cada artista tenha seu caminho a percorrer. Na música independente o artista é muito livre pra escolher o que vai cantar e como vai estruturar sua carreira e isto é muito bom.

12) RM : Quais as estratégias de planejamento da sua carreira dentro e fora do palco?

Daniella Alcarpe : Procuro buscar sempre o aprimoramento artístico, através de estudo, pesquisa de repertório, ensaios, parcerias. Além de me manter próxima ao meu público, o que me motiva muito. Também faço divulgação pelas redes sociais, rádios, TV e venda de shows.

13) RM : Quais as ações empreendedoras que você prática para desenvolver sua carreira

Daniella Alcarpe : Tenho me interessado pelo empreendedorismo musical, recentemente fiz um curso de capacitação para artista-empresa com a “Acelerarte” que foi fundamental para eu mudar minha visão em relação aos processos de organização, divulgação e comercialização do meu trabalho.

14) RM : O que a internet ajuda e prejudica no desenvolvimento de sua carreira?

Daniella Alcarpe : Acredito que a internet ajuda muito. Tenho usado uma plataforma chamada Playax que é fantástica. Ela mede minha audiência em todas as rádios do Brasil, Web rádios, TVs. Mede também meu desempenho em todas as redes sociais e me permite criar campanhas em rádios. Agora a plataforma também está sugerindo casas de shows para o artista tocar. Vale a pena conferir: www.playax.com

15) RM : Quais as vantagens e desvantagens do acesso a tecnologia  de gravação (home studio)?

Daniella Alcarpe : A vantagem é que podemos produzir mais músicas e com uma boa qualidade. Podemos registrar nossa arte e divulga-la com mais agilidade. Isto aproxima o artista do público, pois você pode gerar mais conteúdo, mais comunicação.

16) RM : No passado a grande dificuldade era gravar um disco e desenvolver evolutivamente a carreira. Hoje gravar um disco não é mais o grande obstáculo. Mas, a concorrência de mercado se tornou o grande desafio. O que você faz efetivamente para se diferenciar dentro do seu nicho musical?

Daniella Alcarpe : Este é o desafio, pois tem muitas pessoas produzindo, cantando, tocando e divulgando seus trabalhos. Às vezes ficamos tontos com tanta informação. Acredito que o grande negócio é continuar investindo em produzir um trabalho com alta qualidade e manter um bom relacionamento com o público.

17) RM : Como você analisa o cenário musical brasileiro. Em sua opinião quem foram às revelações musicais nas duas últimas décadas e quem permaneceu com obras consistentes e quem regrediu?

Daniella Alcarpe : Tem muita gente boa no cenário musical. Sou muito fã de alguns compositores como Kléber Albuquerque, Carlos Careqa, Daniel Conti, Zé Modesto, Tarita de Souza, Zé de Riba, Joel Damasceno, Tiê Alves. Também gosto bastante do duo cantora Vanessa Moreno com o baixista Fi Maróstica.

18) RM : Qual ou quais os músicos já conhecidos do público que você tem como exemplo de profissionalismo e qualidade artística?

Daniella Alcarpe : Admiro muito o Ney Matogrosso e sua forma de trabalhar.

19) RM : Quais as situações mais inusitadas aconteceram na sua carreira musical (falta de condição técnica para o show, brigas, gafes, show em ambiente ou público tosto, cantar e não receber, ser cantado e etc)?

Daniella Alcarpe : Olha, no começo da careira acho que aconteceu de tudo citado acima (risos). Mas acho que o pior foi uma vez que estava cantando e se aproximou de mim um homem que estava embriagado e puxou o microfone da minha mão e começou a cantar para mim, foi complicado (risos).

20) RM : O que lhe deixa mais feliz e mais triste na carreira musical?

Daniella Alcarpe : O que me deixa mais feliz é poder cantar para as pessoas e tocar o coração delas. O que me deixa muito chateada é quando vou cantar em algum lugar e as condições são diferentes das que foram combinadas.

21) RM : Nos apresente a cena musical da cidade que você mora?

Daniella Alcarpe : Em São Paulo, uma cidade enorme, temos muitos artistas incríveis, como por exemplo, os que eu citei anteriormente e também alguns encontros de compositores que gosto de frequentar como o Clube Caiubi e a Gira de Compositores no Teatro Imaginário da fábrica de caleidoscópios.

22) RM : Quais os músicos, bandas da cidade que você mora  você indica como uma boa opção?

Daniella Alcarpe : No Clube Caiubi e na Gira de Compositores no Teatro Imaginário da fábrica de caleidoscópios você pode ouvir muitos compositores incríveis.

23) RM : Você acredita que sem o pagamento de jabá suas músicas tocarão nas rádios?

Daniella Alcarpe : Existem muitas rádios pelo Brasil que nos recebem muito bem. Devemos entrar em contato com estas rádios e mandar músicas, muitas tocam sim.

24) RM : O que você diz para alguém que quer trilhar uma carreira musical?

Daniella Alcarpe : Eu aconselho primeiro a estudar profundamente música, canto ou outro instrumento escolhido e ter muita persistência.

25) RM : Quais os seus projetos futuros?

Daniella Alcarpe : O lançamento do meu novo CD e os shows que faço em parceria com o compositor Tiê Alves.

26) RM : Quais os seus contatos para show e para os fãs?

Daniella Alcarpe : Contato para shows é: producao@alcarpe.com.br

Facebook: Daniella Alcarpe | Twitter: @cantora | www.cantora.mus.br

O que achou? Comente aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*